Dólar pode ir a R$ 2,40 em 2014, diz BC em ata do Copom

Para a taxa básica de juros (Selic), o colegiado ampliou o patamar considerado de 9,50% para 10,00%, levando em conta a sua própria decisão anterior

Comentar
Compartilhar
23 JAN 201412h44

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central ajustou, na ata do Copom divulgada nesta quinta-feira, 23, sua premissa para o câmbio em relação ao documento anterior, que tinha cotação de R$ 2,30. Agora, o valor considerado para o dólar foi de R$ 2,40, acima do valor negociado no dia da decisão de elevar a Selic para 10,50% ao ano, da semana passada, quando o dólar fechou em R$ 2,3560 no balcão.

Para a taxa básica de juros (Selic), o colegiado ampliou o patamar considerado de 9,50% para 10,00%, levando em conta a sua própria decisão anterior. O documento traz o detalhamento dos motivos que levaram os diretores do BC a aumentar na semana passada a taxa de juros em 0,50 ponto porcentual, para 10,50% ao ano, surpreendendo parte do mercado financeiro, que aguardava uma elevação menor, de apenas 0,25 pp.

Agora, o valor considerado para o dólar foi de R$ 2,40, acima do valor negociado no dia da decisão de elevar a Selic para 10,50% ao ano (Foto: Divulgação)