Viaduto na entrada de Santos começa a tomar forma

Atualmente, as equipes da Terracom preparam as ferragens das paredes do viaduto para a concretagem. A previsão de entrega da obra é julho de 2020

Comentar
Compartilhar
01 MAI 2019Por Da Reportagem00h30
O estaqueamento do viaduto que terá 395 metros de extensão está caminhando para a finalizaçãoFoto: Divulgação/PMS

O viaduto em curva que está sendo construído na entrada da Cidade já começou a sair do chão e tomar forma. Quem passa pela Avenida Nossa Senhora de Fátima com a Avenida Martins Fontes, onde o elevado está localizado, consegue enxergar as estruturas de ferro ultrapassando a altura dos tapumes do canteiro de obras. Atualmente, as equipes da Terracom preparam as ferragens das paredes do viaduto para a concretagem. A previsão de entrega da obra é julho de 2020. 

No trecho do viaduto que fica ao lado da Nossa Senhora de Fátima, na altura da Rua Afonsina Prost de Souza, já é nítida a forma da rampa do elevado. Esse é o ponto exato da descida do viaduto por onde passarão os veículos que terão como destino o sentido Centro/Zona Noroeste ou Centro/São Vicente. Na próxima semana, junto com todas as demais estruturas, o muro lateral dessa rampa será concretado.

O estaqueamento do viaduto que terá 395 metros de extensão está caminhando para a finalização. Do lado da Nossa Senhora de Fátima faltam apenas cinco estacas de fundação para serem cravadas. No total, 80 estacas estão fincadas no solo, sendo 61 de fundação e 19 de cimbramento (estrutura provisória que segura o concreto fresco até que seque e possa se sustentar sozinho). Já no lado da Martins Fontes, restam cravar 28 de fundação. Até o momento, já foram cravadas 56 estacas, sendo 45 de fundação e 11 de cimbramento.

Vistoria semanal

Visando acompanhar de perto as obras, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa esteve mais uma vez no canteiro do viaduto da entrada da Cidade, acompanhado da equipe técnica do Programa Nova Entrada de Santos. "Esse viaduto vai garantir mais mobilidade aos santistas que utilizam esse caminho diariamente saindo do Centro e indo à Zona Noroeste ou São Vicente, sem semáforo. Essa conexão mais rápida que também oferece qualidade de vida é o objetivo do Programa Nova Entrada de Santos", afirmou. 

Colunas

Contraponto