Serviços da Rua da Cidadania de Cubatão terão que mudar de local

Prefeitura decide evacuar o prédio para adequações

Comentar
Compartilhar
04 NOV 201309h56

Os serviços que funcionam na Rua da Cidade, em Cubatão, vão mudar de local até o próximo dia 14 de novembro. A informação foi passada pelo vereador Dinho Heliodoro. Ao aprovar o requerimento do vereador Aguinaldo Araújo pedindo um novo local para o Banco do Povo de Cubatão, o novo membro do partido Solidariedade afirmou que esse pedido vai demorar para ser atendido já que o Executivo cubatense terá que realocar vários serviços.

“Por várias vezes, a Prefeitura de Cubatão recebeu recomendações para fazer intervenções no Edifício Castro. Agora, o juiz determinou que a Prefeitura saia do prédio até que seja feito tudo que tem que ser feito. Tudo isso por causa da inércia deste governo onde as coisas não funcionam”, reclama. Segundo o vereador, a Prefeitura tem até o dia 14 de novembro para realizar os serviços que funcionam no Edifício Castro, que fica na Rua da Cidadania.

Questionada pela reportagem do Diário do Litoral, a Prefeitura de Cubatão explicou que a Justiça não determinou esvaziamento do prédio, mas sim que a Administração providencie a adoção de algumas medidas de segurança, o que não seria viável de obter no tempo estipulado pela Justiça. “Por isso, a Prefeitura optou por interditar temporariamente o prédio, desocupando-o em 30 dias, para definir posteriormente as ações a serem feitas no local. A proposta apresentada pela

Prefeitura foi deferida pela Justiça, de forma que o prazo solicitado terminará no dia 17 de novembro deste ano. A Prefeitura não vai recorrer da decisão, apenas apresentar a defesa judicial cabível, dentro do prazo previsto”, informou através de nota.

Edifício Castro foi inaugurado em 1975 e abrigava um cinema e lojas comerciais (Foto: Matheus Tagé/DL)

A Prefeitura informou ainda que todos os ocupantes já foram notificados para desocupar o Edifício Castro, mas ainda não foram informados sobre as novas localizações dos serviços públicos que são prestados por terceiros naquele prédio.