Mais Médicos: Baixada Santista recebe profissionais

Nas próximas semanas, médicos estrangeiros do programa reforçarão atendimento na Região, que, na segunda fase do programa, recebeu 30 profissionais de saúde

Comentar
Compartilhar
02 NOV 201301h44

Esta semana, a Baixada Santista recebeu profissionais estrangeiros do Programa Mais Médicos para reforçar o atendimento nas unidades de saúde em comunidades carentes. Cubatão, Guarujá, Peruíbe, Santos, Itanhaém, Praia Grande e São Vicente ganharam reforços para melhorar a área da saúde nas comunidades mais carentes de cada município.

Em Peruíbe, por exemplo, os seis profissionais farão atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, integrando as equipes do Programa Saúde da Família, que são responsáveis pelo acompanhamento das comunidades, com ações de prevenção, recuperação e reabilitação de doenças e na manutenção da saúde.

Ontem (1), a prefeita Ana Preto recebeu em seu gabinete os novos profissionais da saúde que atuarão no Município e enalteceu a importância do programa para melhorar o atendimento da população: “A chegada dos médicos representa uma grande conquista para a Saúde de Peruíbe, e o nosso governo continuará trabalhando para garantir a excelência dos serviços prestados à população”.

Um deles, o médico Omar Garcia Rodriguez, de 41 anos de idade e 17 de profissão, afirmou que o último mês foi agitado e intenso, porém repleto de aprendizado. “Apesar de estarmos pouco tempo no Brasil, passamos todos esses dias estudando de manhã e a tarde, e nos preparando para atender a população”, disse.

Guarujá

A Prefeitura de Guarujá recebeu mais seis novos médicos estrangeiros na última quinta-feira, dia 31, a Cidade totaliza 11 médicos generalistas para atuar no Programa Saúde da Família. Este é o segundo ciclo da lista de profissionais destinada às cidades inscritas.

Já os cinco médicos estrangeiros que vieram para a cidade na primeira fase do programa começam a clinicar nesta segunda-feira, dia 4, a partir das 8 horas, nas Unidades Básicas de Saúde de Morrinhos e Vila Baiana.

Os médicos Andres Larrovere, Ruli Garcia Jaldin, Jazmin Venialgo, Maria Gladys e Lucia Godoy chegaram à Cidade e se apresentaram no dia 23 de setembro. Durante todo esse período passaram por capacitação, conheceram os protocolos de atendimento da Secretaria de Saúde de Guarujá e acompanharam in loco o fluxo de atendimento nas unidades. Guarujá solicitou 17 médicos ao Ministério da Saúde.

Para a diretora de Atenção Básica, Paula Escudeiro, responsável pelo Programa em Guarujá, a chegada dos 11 profissionais é um importante reforço na assistência a saúde. “A iniciativa supre a nossa dificuldade para contratar médicos generalistas. Eles vêm para ajudar na atenção básica, trazendo um retorno positivo para a população”.

A prefeita Marcia Rosa apresentou as três médicas cubanas que irão atuar nas unidades da cidade (Foto: Divulgação/PMC)

Cubatão

Também na última quinta-feira, dia 31, a prefeita Marcia Rosa e representantes da Prefeitura de Cubatão receberam três profissionais de Cuba que clinicarão na cidade, dentro do programa Mais Médicos, do Governo Federal.

Maria Elena Cordoves Medina, Maria Elena Farinas Gonzalez e Maria Emilia Cossio Gonzalez, médicas com cerca de 25 anos de experiência e com participações em programas humanitários em regiões carentes do mundo, atuarão no Morro do Índio e na Água Fria, vinculadas ao Programa de Saúde da Família, após uma fase de adaptação e treinamento ministrado pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde.

Itanhaém

Em Itanhaém, Misael Batista Guerreiro e Mirian Yamel Macias Rodriguez são os mais novos integrantes da rede básica de Saúde. Os dois médicos generalistas (clínicos gerais), de nacionalidade cubana, chegaram ontem na cidade. Eles fazem parte do Programa Mais Médicos e atuarão nas Unidades de Saúde da Família (USFs) do Belas Artes e Savoy, respectivamente. Os médicos iniciarão os trabalhos assim que obtiverem a liberação provisória do Conselho Regional de Medicina (CRM), prevista para a próxima quarta-feira, dia 6.

Santos

Em Santos, três médicos estrangeiros – duas venezuelanas e um argentino, do Programa Mais Médicos, já chegaram na cidade. Ontem, eles estiveram com o secretário de Saúde, Marcos Calvo, e conversaram sobre as expectativas de iniciar a nova fase profissional. Em seguida, foram conhecer a estrutura da rede pública. Antes de iniciar a atuação na cidade, os médicos vão passar por capacitação sobre o sistema de funcionamento da rede pública municipal e do SUS.

Praia Grande

Praia Grande também recebeu ontem seis novos profissionais estrangeiros do programa federal para melhorar o atendimento aos usuários do SUS. Os médicos passarão por um período de ambientação participando de capacitações durante a próxima semana antes de ingressarem na rede municipal, o que deverá ocorrer a partir da segunda quinzena de novembro.

Todos os seis novos médicos (quatro homens e duas mulheres) são cubanos, com formação educacional e especializações realizadas no país de origem. São eles: Oneida Hernandes Regalado, Onel Ojeda Dominguez, Onilvia Ramirez Acunã, Omar Estrada Ramirez, Oreste Rivero e Orlando Plá Pradón.

São Vicente

A Secretaria da Saúde de São Vicente recebeu nesta sexta-feira quatro profissionais. Durante a semana eles vão fazer o reconhecimento da Cidade e dos serviços de Saúde oferecidos. De origem cubana, eles fazem parte da segunda fase do programa e vão se juntar aos demais profissionais que estão na Cidade desde setembro.

Três mulheres e um homem, todos com especialidade em clínica médica, devem, em breve, fazer parte do quadro de funcionários das Unidades Básicas de Saúde da Vila Margarida, Parque Bitaru, Parque São Vicente e Parque das Bandeiras.