Semana da Cultura Caiçara celebra a pluralidade em Santos

O objetivo é apresentar aos participantes a história da cultura e do modo de vida caiçara

Comentar
Compartilhar
16 MAR 2018Por Da Reportagem19h01
A música e a poesia marcaram a abertura da 5ª Semana da Cultura CaiçaraFoto: Divulgação/PMS

A música e a poesia marcaram a abertura da 5ª Semana da Cultura Caiçara, realizada quinta-feira (15), na Pinacoteca Benedicto Calixto. O som inconfundível da rabeca, a suavidade do sax e força da voz do hip-hop deram o tom do programa da primeira noite do evento, que será realizado em diversos pontos da Cidade até o próximo dia 23.

"A semana vai exaltar a nossa ancestralidade e nossa pluralidade, tendo em vista que os caiçaras vivem do sul da cidade de Paraty (RJ) até o norte do estado do Paraná. Todos esses lugares reúnem um conjunto de saberes que passaram de geração em geração e merecem ser preservados", declarou o curador da semana, Marcio Barreto.

Sob o tema a Pluralidade, o evento com várias atrações gratuitas busca abrir um ciclo de debates sobre a cultura caiçara tradicional e a contemporânea, discutindo temas como autoidentificação, territorialidade, diversidade cultural e religiosa.

Exposições, oficinas, cinema, teatro, música, contação de histórias, gastronomia, atividades esportivas e ações ambientais fazem parte da extensa programação que valoriza os hábitos locais por meio de seus artistas e pesquisadores, suas linguagens e ressignificações sobre a cultura caiçara e a nossa história.

A Semana da Cultura Caiçara de Santos, amparada pela Lei Municipal n° 2920/2014, é uma realização da Prefeitura em conjunto com os coletivos Percutindo Mundos e Caiçara.

Confira a programação dos próximos dias

Sábado (17)

Estação Valongo (Largo Marquês de Monte Alegre, 2, Valongo)

10h às 17h - Feira de Artesanato Caruartes

Produtos artesanais de Caruara

Ponta da Praia

10h – Remada Caiçara

Em sua 4ª edição, a tradicional Remada Caiçara é uma atividade aberta a todos os interessados. Para participar é necessário levar canoa, caiaque ou stand up. Com organização da Associação Canoa Caiçara, a concentração será às 9 horas, no Setor Náutico, em frente ao Aquário de Santos, e a saída às 10 horas com destino à praia do Góes, no Sítio Caiçara. O objetivo é apresentar aos participantes a história da cultura e do modo de vida caiçara.

Praia do Góes

11h – Projeto Guapuruvu

Encontro do Projeto Guapuruvu 2037, liderado por Eduardo Tambor, que contará com mutirão para semeadura de guapuruvu, árvore própria para o feitio de canoas caiçaras.

12h – Oficina de Culinária Caiçara

Uma deliciosa aula prática sobre a rica culinária caiçara. Com Marina Machado

14h – Almoço Colaborativo

16h – Dança na Mata

Intervenção artística com improvisação coletiva

17h – Sarau Caiçara

Com artistas convidados e palco aberto à participação do público, o Sarau propõe um diálogo de continuidade e reflexão entre o ancestral e o contemporâneo, para celebrar a cultura caiçara

18h – Festa É Góis!

Com música, dança e intervenções a festa propõe o encontro de pessoas e ideias em contato com a Mata Atlântica, com o mar, com a terra, com a ancestralidade e o experimentalismo. Com o coletivo Percutindo Mundos, Futuráfrica Afrobraziliangrooves, Poetas da Maré, Carrossel de Baco, Nêio Mustafa, Natt Maat, Andréia Passos e Cassio Fernandes.

Fonte do Sapo (Orla da Praia da Aparecida)

19h – Coletivo Manifesta!

Música, teatro e literatura

Domingo (18)

Estação Valongo

10h às 17h - Feira de Artesanato Caruartes

Produtos artesanais de Caruara

Rua de Lazer

10h – Cortejo 'Somos todos Caiçaras'

Da Avenida Ana Costa até a Concha Acústica, um cortejo caiçara com muita música, dança, circo e teatro

Fonte do Sapo

10h30 – Mar

Intervenção artística

Monte Serrat

11h – Lendas Caiçaras

Estação Cidadania

18h – Sarau Itinerante

19h – O Turismo Caiçara

Com o tema 'Identidade e Território', o encontro discute a importância da identidade caiçara para o turismo regional através de temas como turismo de base comunitária, territorialidade e memória, o impacto da especulação imobiliária e das reservas ecológicas sobre o modo de vida caiçara, as novas perspectivas para o turismo. Com Ingrid Furlan e Celio Nori.

Arte no Dique (Av. Brigadeiro Faria Lima, 1349, Radio Clube)

19h – Banda Querô e Projeto Santo de Casa

Segunda-feira (19)

UME Rural Monte Cabrão (Rodovia Piaçaguera/Guarujá, Km 33, Monte Cabrão)

10h e 14h – Escola Caiçara

Bate-papo, teatro e contação de histórias sobre cultura caiçara

Estação da Cidadania

18h – Museu Caiçara

A Cultura Caiçara e a aplicação na Arquitetura e Urbanismo. Com Bianca Lopes

19h – Restaurando a história caiçara

Bate-papo com o restaurador Leonardo Branco sobre a importância da conservação da história caiçara através de seu patrimônio material

20h – Direito Caiçara

Debate abordando temas como direito das comunidades tradicionais caiçaras, aspectos fundiários, as questões ligadas às unidades de proteção ambiental e a legislação sobre suas datas comemorativas. Com a juíza de direito Fernanda Menna, o escritor e advogado Paulo Stanich. Mediação de Eduardo Lima

Terça-feira (20)

UME Pedro Crescente (Av. Brg. Faria Lima, s/nº, Radio Clube)

10h e 14h – Escola Caiçara

Bate-papo, teatro e contação de histórias sobre cultura caiçara

Estação Cidadania

19h – Oficina de literatura com o escritor Flávio Viegas Amoreira

Quarta-feira (21)

UME Prof.ª Maria Luiza Alonso Silva (Pça Engenheiro José Rebouças, s/nº, Ponta da Praia)

10h e 14h – Escola Caiçara

Bate-papo, teatro e contação de histórias sobre cultura caiçara

Rádio Silva – Unifesp (R. Silva Jardim, 136, Vila Mathias)

18h30 – O Caiçara

Programa especial da Rádio Silva – Unifesp sobre a cultura caiçara de Santos

Pinacoteca Benedito Calixto

19h – Oficina de literatura com o escritor Flávio Viegas Amoreira

Quinta-feira (22)

Cecom Morro Santa Maria (R. Um, 70, Morro Santa Maria)

9h – Territórios e sentimentos

A valorização da memória e do presente através da redescoberta do território e da identidade caiçara, uma viagem em seus costumes, crenças e festas. Roda de conversa, música, literatura e passeio pela cultura que nasce do conhecimento e tradições de um povo.

13h – Batalha do Conhecimento "Eu sou Caiçara"

Uma batalha de rimas improvisadas entre músicos a partir de temas relacionados à cultura caiçara escolhidos pelo público. Com Syro Damassaclan, Zion, Brunão Mente Sagaz e DJ Lufer.

Sexta-feira (23)

UME Rural Ilha Diana

9h – Escola Caiçara

Bate-papo, teatro e contação de histórias sobre cultura caiçara

Museu da Imagem e do Som de Santos

21h – Sleep Mode

Intervenção artística