Seduc fornece transporte escolar para alunos do Costa Muniz a partir do dia 23

Benefício atenderá a 58 crianças de 4 a 10 anos que estudam em escolas da Vila Nova, Vila Natal e 31 de Março

Comentar
Compartilhar
20 MAR 201512h11

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) de Cubatão vai fornecer a partir desta segunda-feira, dia 23, o transporte escolar gratuito em microônibus da empresa Translíder para atender a 58 crianças de 4 a 10 anos que moram no bairro Costa Muniz.

Localizado entre a linha férrea e a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, o bairro não possui unidades escolares e as crianças e jovens que ali residem estudam em escolas da Vila Natal, 31 de Março e Vila Nova.

De acordo com a dona de casa Maria Salete dos Santos, para ir à escola as crianças precisam cruzar a linha férrea por uma passarela que se encontra atualmente em reforma, cujo prazo para a conclusão do serviço é de 60 dias.

"É muito perigoso cruzar a linha. Agora com o transporte escolar, as crianças irão em segurança para a escola e nós ficaremos sossegadas", disse Maria Salete, mãe do aluno Diego, de 8 anos, que estuda na UME Estado do Espírito Santo, na Vila Nova.

Dois microônibus farão a linha de transporte dos alunos (Foto: Divulgação)

Reunião

A fim de comunicar a solução do problema, o secretário municipal de Educação, Cesar Rodrigues Pimentel, recebeu na manhã desta sexta-feira, dia 20, em seu gabinete, Maria Salete e Berveli Aparecida de Siqueira, representantes das mães do bairro, e o vereador Severino Tarcício, o Doda.

Cesar Pimentel explicou que apesar do bairro estar a uma distância inferior à estipulada por lei para o atendimento do transporte escolar, a prefeita Marcia Rosa determinou o atendimento à reivindicação das mães no período em que a passarela está em reformas por entender que a situação oferece riscos à segurança dos estudantes.

"Tão logo a obra termine, iremos conversar novamente com a comunidade para reavaliar a necessidade do transporte escolar gratuito", explicou o secretário. Ainda segundo ele, a lei municipal permite o fornecimento do transporte em casos especiais como este reivindicado pelos moradores do bairro.

O vereador Doda agradeceu o empenho do secretário e da prefeita para solucionar o problema. "A situação está complicada. Muitas crianças não entendem o perigo que correm e passam por debaixo dos trens para acessar a avenida e ir à escola", explicou.

Linha

Dois microônibus farão a linha de transporte dos alunos, que serão levados por seus pais no ponto de encontro criado na Rua Demésio Tomé Santos pelos próprios moradores. De lá, eles partirão para as Unidades Municipais de Ensino (UMEs) Estado de Tocantins, Luiz Gustavo de Lima e D. Pedro I, na Vila Natal; e ainda UME Estado do Espírito Santo e EE Lincoln Feliciano, na Vila Nova, e UME Estado de Goiás, no bairro 31 de Março.