Sambódromo tem ampla estrutura de segurança em Santos

Não será permitida a entrada no complexo carnavalesco de qualquer tipo de vidro, garrafas plásticas, guarda-chuvas, capacete, entre outros

Comentar
Compartilhar
11 FEV 201518h57

Representantes do Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, polícias Civil e Militar, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e das demais secretarias municipais estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira (11), na Passarela do Samba Dráusio da Cruz, na Zona Noroeste de Santos, para tratar dos últimos ajustes para a abertura do sambódromo, que ocorre às 19h de hoje sta quinta-feira (12).

Para garantir a segurança na área interna do complexo, cem guardas municipais (GM) farão o patrulhamento a cada dia de desfile, com apoio de oito viaturas. Já a ronda externa e a revista para entrada nas arquibancadas será executada pela Polícia Militar, que também terá à disposição viaturas e cem  100 soldados por noite. O sambódromo terá, ainda, 85 controladores de acesso por noite.

Dispersão

O posicionamento e retirada dos destaques dos carros alegóricos nas áreas de dispersão e preparação será feito por bombeiros civis, que terão à disposição caminhões com braço hidráulico e plataforma. Já o comboio para o transporte dos carros até a área do sambódromo começa às 22h de  amanhã (13), pelos  sexta-feira (13), com os veículos das escolas que vão desfilar no sábado (14).

Na área de Saúde, 84 profissionais ão trabalhar a cada noite na passarela, entre 54 maqueiros, 19 técnicos de enfermagem, cinco enfermeiros e dois médicos. O sambódromo terá à disposição sete ambulâncias (duas delas avançadas, com UTI) e quatro postos de saúde, sendo um avançado centralizador (próximo à dispersão) e um avançado de apoio (atrás do camarote). Também haverá dois postos de enfermagem nos salões de festas dos conjuntos do Estradão.

Os deslifes começam nesta sexta-feira (Foto: Divulgação/PMS)

Restrições de objetos

Não será permitida a entrada no complexo carnavalesco de qualquer tipo de vidro, garrafas plásticas (independentemente do tamanho), guarda-chuvas grandes ou com ponta grossa, qualquer tipo de lata, presilhas de cabelo de metal, substâncias tóxicas, fogos de artifício ou estampido, papel em rolo de qualquer espécie, jornais e revistas, balões em geral, materiais ou objetos que possam causar ferimentos, arma de fogo ou branca de qualquer tipo e espécie, capacete, isopor ou cooler de qualquer tamanho.  

Apuração

A apuração do desfile está marcada para as 12h de quarta-feira (18), no Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100, Centro Histórico), com entrada limitada a quatro representantes por agremiação e imprensa.   As torcidas permanecerão na praça e poderão acompanhar as parciais por caixas de som instaladas na parte externa do teatro. O evento será acompanhamento pela CET, Guarda Municipal e Polícia Militar.

Colunas

Contraponto