Programas sociais de Praia Grande desestimulam assistencialismo

Prefeito ressaltou projetos que ajudam pessoas carentes

Comentar
Compartilhar
27 FEV 201313h00

Os programas sociais de Praia Grande, que se tornaram referências para outros Municípios e até para o Estado, foram destacados pelo prefeito Alberto Mourão, em reunião ocorrida sexta-feira (22) com funcionários da Secretaria de Promoção Social (Sepros). Na Cidade, os projetos de geração de renda e opções de entretenimento, voltados a pessoas de todas as idades, tornam cidadãos mais independentes. A meta da Administração Municipal é manter a filosofia de desestimular o assistencialismo.

Na ocasião, o prefeito enalteceu o empenho das equipes, que estão à frente de programas como Conviver, Programa de Integração e Cidadania (PIC), Centro de Apoio à Família do Educando (Cafe) e a Creche do Idoso (adotada pelo Governo do Estado).
Mourão enfatizou a necessidade de aprimorar os serviços prestados à população, observando o cenário social atual, que envolve pessoas menores de idade e idosos. “Há uma transformação comportamental. O menor de idade de 15, 20 anos atrás não é o mesmo de hoje. Eles são mais complicados em decorrência das influências que sofrem. Quem trabalha na Secretaria de Promoção Social convive com isso diariamente. É preciso evitar que no futuro não se tenha números como os de hoje”, considerou.

A meta da Administração Municipal é manter a filosofia de estimular o assistencialismo (Foto: Divulgação/ Prefeitura Municipal de Praia Grande)

Outra questão abordada pelo prefeito diz respeito à conscientização da sociedade sobre suas responsabilidades. “Não adianta ampliarmos vagas, como por exemplo, no Lar São Francisco de Assis, enquanto as pessoas quiserem transferir sua responsabilidade, deixando lá idosos como se estivessem se livrando de um problema”.

Finalizando, Mourão fez considerações sobre conceito de humanização, baseado em três pilares: “O primeiro é a acessibilidade. As pessoas precisam ter acesso aos serviços. O segundo, é a informação. Todos devem conhecer os serviços existentes. Por último, a equidade. Se não há acesso para todos, que pelo menos seja feito de forma democrática, igual para todos”.

Para a secretária de Promoção Social, Nanci Solano, a visita do prefeito foi uma oportunidade para estimular as equipes a persistirem no cumprimento de suas metas. “Somos um grupo comprometido com o plano de governo da Gestão Municipal e temos nos empenhado em apresentar bons resultados. A presença do prefeito e sua comitiva em nossa secretaria só reforça o desejo de continuarmos trabalhando com afinco pelo bem das pessoas mais necessitadas”, observou.

A visita à sede da pasta contou com as presenças da titular da Sepros, Nanci Solano, da vice-prefeita, Maura Ligia Costa Russo, da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria Del Carmen Padin Mourão.