Prefeitura de São Vicente apresenta projeto "Ceu das Artes" neste sábado

A partir das 19h, haverá shows para crianças e adultos, no Centro Comunitário do bairro Humaitá

Comentar
Compartilhar
26 NOV 201317h27

Dois edifícios multiuso, dispostos numa praça de esportes e lazer. Essa é a proposta do Centro de Artes e Esportes Unificados - o CEU das Artes, um programa do Ministério da Cultura, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Vicente, que será construído em área de 3 mil m², no bairro Humaitá, Área Continental da Cidade.

Para expor o projeto à comunidade, a Secretaria da Cultura programou atividades artísticas de mobilização social, com atrações para crianças e adultos  no próximo sábado (30), a partir das 19h, na sede do Centro Comunitário do Humaitá (Rua Maria Rita Souza Brito Lopes Ponte, 477 - antiga Rua 46). O encontro tem entrada gratuita e estará aberto a todos os interessados. Vão se apresentar a equipe do Programa Ouivr e Brincar, da Secult, e o MC Brunão Mente Sagaz.

Multiuso

O CEU das Artes tem previsão de entrega à população já em 2014. O projeto segue padrão nacional, proposto pelo Programa de Aceleração do Crescimento - PAC2 do Governo Federal. O equipamento reúne instalações para o Centro de Referência de Assistência Social - CRAS, biblioteca, telecentro, cineteatro/auditório com 60 lugares, salas multiuso, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, área para ginástica, playground e pista para caminhada.

O projeto 'Ceu das Artes' será apresentado neste sábado em São Vicente (Foto: Divulgação/PMSV)

Ainda durante a mobilização social, em meio às obras do CEU das Artes, as lideranças comunitárias são chamadas a participar do processo de gestão do projeto, promovendo-se com isso a tomada de consciência sobre o próprio papel da comunidade, seu território e as relações sociais que determinam o sucesso da iniciativa.

Integração

O objetivo do CEU é integrar - num mesmo espaço físico - programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços sócio-assistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital, de modo a promover a cidadania.

Dessa forma, pretende-se um efetivo envolvimento popular, representado por entidades, instituições, grupos artísticos, culturais, esportivos e comunitários, bem como lideranças e produtores, para fortalecer o pleno funcionamento futuro das atividades da Praça dos Esportes e da Cultura. Em 2014, cerca de 360 equipamentos desse tipo serão entregues em 27 estados.