Cerca de 112 mil alunos farão provas do Saresp 2013 na Baixada Santista

Secretaria da Educação realiza provas nos dias 26 e 27 e, com a nova meta de alfabetização, alunos do 2º ano foram incluídos na avaliação

Comentar
Compartilhar
25 NOV 201312h48

A Secretaria da Educação do Estado realiza nos próximos dias 26 e 27, terça e quarta-feira, o Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). Neste ano, 2.468.742 alunos das escolas estaduais, municipais e particulares de todo o Estado de São Paulo devem passar pelas provas, um recorde histórico de público desde a primeira edição em 2008. Na Baixada Santista, são 112 mil participantes.

Isso porque, o Estado de São Paulo adotou uma nova meta etária de alfabetização. A partir de agora, o objetivo é alfabetizar os alunos aos 7 anos de idade - mais cedo do que o estipulado no País, que define a idade certa de 8 anos. Por isso, o Saresp será aplicado de maneira inédita também aos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental. Até então, a avaliação era voltada para os 3º, 5º, 7º, 9º anos, além da 3ª série do Ensino Médio.

O Saresp teve a adesão de 534 prefeituras do Estado e 374 unidades das redes particular, do SESI e do Centro Paula Souza em 2013. Por meio da parceria, as provas a serem aplicadas nas unidades administradas pelos municípios também são custeadas pelo Governo do Estado, já as instituições privadas arcam com os custos. As avaliações serão aplicadas por fiscais contratados, que não atuam na rede estadual de ensino e que recebem treinamento para o acompanhamento das provas.

Participam das avaliações um total de 1,6 milhão de estudantes da rede estadual de ensino, 733,1 mil alunos das redes municipais, 53,1 mil das redes particulares e do SESI e outros 18,5 mil estudantes do Centro Paula Souza.

Neste ano, 2.468.742 alunos das escolas estaduais, municipais e particulares de todo o Estado de São Paulo devem passar pelas provas (Foto: Divulgação)

"O Saresp é uma excelente oportunidade para escolas e gestores avaliarem o ensino e aprimorarem a atuação. Na rede estadual, nós implantamos uma série de ferramentas pedagógicas, como reforço aos sábados e nas férias, além da avaliação diagnóstica, personalizada e direcionada para cada aluno. Por isso, avaliamos que era hora de dar mais um passo e adotamos uma nova meta de alfabetização", afirma o secretário da educação, professor Herman Voorwald.

Desde 2008, já foram aplicadas as provas do Saresp a 13.973.118 estudantes paulistas.

Confira abaixo as principais dicas para a hora da prova:

1. Saiba que a sua participação é extremamente importante. O Saresp é a prova que avalia o ensino na rede estadual, por isso, o estudante ao fazer a prova pode ser responsável pela implantação de novas políticas públicas na Educação

2. Seja pontual e respeite os horários estabelecidos por sua escola

3. Não esqueça seu lápis, borracha e caneta

4. Leia atentamente as instruções dos cadernos de prova e as perguntas que estarão nas avaliações

5. Não haverá intervalo de provas, por isso, aproveite os momentos antes da aplicação dos exames para usar o banheiro e beber água, por exemplo

6. Para falar com o fiscal da prova é preciso levantar a mão

7. O estudante só pode sair da sala, caso necessário e antes do término das provas, se acompanhado por um dos fiscais que estarão na escola