Permissionários do Mercado de Peixes criam associação representativa

Objetivo é garantir representatividade, fortalecer o diálogo e criar um novo patamar de entendimentos com a Prefeitura de Santos

Comentar
Compartilhar
14 ABR 2021Por Da Reportagem14h33
O Mercado de Peixes ganhou uma associação integrada pelos 20 permissionáriosO Mercado de Peixes ganhou uma associação integrada pelos 20 permissionáriosFoto: Divulgação/PMS

Trinta e nove anos depois de inaugurado, o Mercado de Peixes ganhou, na noite de terça-feira (13), uma associação, integrada pelos 20 permissionários, com o objetivo de garantir representatividade, fortalecer o diálogo e criar um novo patamar de entendimentos com a Administração Municipal.

"Já temos uma boa parceria com a Seectur, sempre disposta a nos ouvir e encaminhar nossas reivindicações", frisou Alex de Andrade Vieira, proprietário do Box do Santista, eleito por unanimidade presidente da Associação dos Permissionários do Mercado de Peixes de Santos. Ele destacou a presença constante da titular da Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur), Selley Storino, no equipamento da Ponta da Praia e o contato mantido com os comerciantes.

Diretoria

Para a vice-presidência da associação, a assembleia, realizada na Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar, elegeu Augusto Viudes, do box Don Augusto Pescados, e, para a 1ª secretaria, Mikael Andrade, da Peixaria Emanuel Pescados. Foram respeitados todos os protocolos sanitários, como uso de máscara, distanciamento e utilização de álcool em gel.

"Desde que o antigo mercado foi inaugurado, em 1982, se fala da necessidade de organizar os permissionários em uma associação", comentou Alex. Ele diz que o assunto começou a ser discutido mais seriamente com a entrega do novo prédio do mercado, em 18 de julho do ano passado, como parte do processo de revitalização da Nova Ponta da Praia.

O comerciante frisa que a associação é importante para garantir a representatividade dos permissionários e o fortalecimento do diálogo já existente com a Prefeitura. "Essa parceria é boa para os dois lados e a representatividade é melhor para o mercado", arrematou.