Operação Verão: Seis cidades confirmam 1.560 policiais militares

Estado ainda não divulgou, mas prefeituras da Baixada adiantam o número. Cubatão é a única cidade da Baixada Santista que não vai receber efetivo policial durante a estação

Comentar
Compartilhar
15 DEZ 201301h11

Um médico, um empresário canadense, um operador de máquinas de Diadema. O que eles têm em comum? Todos foram vítimas da violência na Baixada Santista, que a cada dia deixa mais filhos sem pais e esposas viúvas.

O verão ainda não começou, mas alguns municípios já divulgaram o contingente de policiais que vêm à região ainda este mês para reforçar a segurança da população, que chega a triplicar na Baixada durante esta época do ano: para seis cidades, 1.560 homens. Cubatão não receberá reforço.

O Governo do Estado não divulgou oficilamente o número. A Polícia Militar, questionada pelo Diário do Litoral, respondeu que a Operação Verão está em fase final e que “a imprensa e a população terão mais informações em breve”. No entanto, alguns municípios preferiram divulgar o efetivo, entendendo a necessidade de segurança que a população das nove cidades da região têm. A Operação Verão está prevista para começar no dia 27 deste mês. No dia 26, o esquema deve ser apresentado à população e à imprensa.

Itanhaém, por exemplo, terá reforço de policiais militares, agentes de verão, agentes de trânsito e guarda-vidas, além da corporação da Guarda Civil Municipal (GCM). Já nesta segunda-feira, os 20 agentes de trânsito e 50 agentes de segurança, contratados por meio de processo seletivo em outubro deste ano, serão apresentados à base da guarda municipal.

No reforço às praias, mais 90 guarda-vidas temporários, contratados pelo Governo do Estado e pela Prefeitura, darão auxílio aos banhistas. Além destes profissionais, um total de 120 policiais militares deverá chegar a Itanhaém entre este mês e janeiro de 2014 para reforçar o efetivo atual e ajudar
no patrulhamento na Cidade.

São Vicente

O município vai receber 250 policiais militares e mais viaturas durante a Operação Verão 2014. Para o capitão Luiz Wagner Monteiro de Carvalho, “esse reforço será suficiente para garantir a segurança de moradores e turistas”, garante. Os policiais vão receber uma cartilha com informações de São Vicente e fazer um passeio para conhecer os pontos turísticos da Cidade.

Operação Verão deve começar no dia 27 (Foto: Luiz Torres/DL)

Guarujá

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Defesa e Convivência Social, informa à Reportagem do DL que aproximadamente 400 policiais ficarão na Cidade durante a Operação Verão para reforçar a segurança dos munícipes e turistas. O efetivo permanecerá até o fim da temporada.

Bertioga

O Município vai receber cerca de 240 homens, para reforçar o policiamento, entre Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, combate a incêndio, guarda-vidas e policias Rodoviária e Civil. De acordo com o diretor da Defesa Civil (DC), Plínio Aguiar, e um dos coordenadores da Operação Verão, o efetivo começa a chegar hoje, e permanecerá na Cidade até o término do Carnaval, no dia 10 de março.

Santos

O reforço do efetivo da Polícia Militar para a Operação Verão chegará a Santos no próximo dia 26 de dezembro. A informação de que 250 policiais virão à Cidade foi dada pelo Secretário Municipal de Segurança, Sérgio Del Bel Júnior.

De acordo com Del Bel, a Cidade não receberá os Cadetes da Academia da Polícia Militar Barro Branco, como aconteceu em anos anteriores. “Este ano, serão os soldados que escolherão trabalhar na Operação e que receberão benefícios para isso”.

Apesar do número representativo de contingente, Del Bel lembrou que eles não trabalham simultaneamente, em virtude das folgas e escalas de horário. “O único momento em que 100% do efetivo estará nas ruas é a virada do ano, por ser uma data onde há mais ocorrências”.

Praia Grande

Dos 300 homens da Polícia Militar que a Secretaria de Segurança Pública enviará para Praia Grande durante a Operação Verão, 80 permanecerão depois na Cidade, passando a fazer parte do efetivo fixo.

Segundo Mourão, o reivindicado aumento do efetivo ocorrerá também de forma indireta, com a realocação de pessoal que se encontre afastado, a ser substituído por homens na ativa. “Com os 80 que ficarão na cidade após a Operação Verão – que neste ano ocorrerá de 26 de dezembro a 2 de fevereiro – e, com o remanejamento dos afastados, podemos chegar bem perto dos 172 homens que reivindicamos”, comemorou o prefeito.

Cubatão

Cubatão é a única cidade da Baixada Santista que não está incluída na Operação Verão. No entanto, a Secretaria de Segurança Pública e Cidadania do Município vem reivindicando junto ao governo do Estado que, não apenas aumente o efetivo permanente da Cidade, tanto da Polícia Militar quanto da Civil, mas também destaque o serviço de salva- vidas para atuar no Parque Perequê durante a temporada de Verão.