UPA do Parque São Luiz é inaugurada e celebra ano de realizações na saúde

Com a presença do Ministro da Saúde, Unidade Professor Dr. Mário Ruivo é entregue à comunidade em manhã histórica

Comentar
Compartilhar
14 DEZ 201320h49

"Este é o momento mais importante da história da minha vida pública". Com essas palavras, a prefeita Marcia Rosa definiu a importância do momento vivido pela comunidade cubatense na manhã deste sábado (14). A Prefeitura de Cubatão entregou à população a Unidade de Pronto Atendimento Professor Dr. Mário Ruivo, no Parque São Luiz. A solenidade contou com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que cumprimentou individualmente todos os funcionários que trabalharão no local.

Localizada na av. Dr. Joel Gonçalves de Oliveira, ao lado da Creche do Parque São Luiz, a UPA tem como principal objetivo ampliar a oferta pública de saúde básica no Município e diminuir a alta demanda do Pronto Socorro Central. Com um total de 1.260,40 metros quadrados, a nova unidade pode atender a até 150 pacientes por dia, e está preparada para resolver 97% das principais ocorrências médicas, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. O local conta com dois emergencistas, equipamentos de Raio X, eletrocardiografia, laboratório de exames e leitos de observação. Sua estrutura será ampliada futuramente, para atender até 300 pessoas/dia.

A cerimônia começou com a bênção do padre Eniroque Ballerini, da Igreja São Judas Tadeu. Em seguida, o secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Yoshimura, fez um agradecimento especial a todos os funcionários que se dedicaram à obra desde seu planejamento inicial. "Estamos entregando hoje um divisor de águas na nossa rede de atenção básica, que agilizará e otimizará o sistema de saúde municipal", afirmou, lembrando que a unidade é uma das primeiras no País a adotar o Protocolo de Manchester, um sistema internacional de classificação de risco baseado em cores que prioriza o atendimento de acordo com a gravidade do estado de saúde do paciente.

Presentes ao evento, os familiares do médico Mário Ruivo foram homenageados pela prefeita, pelo ministro e pela ex-vereadora Nêga Pieruzzi, autora do projeto de lei. Falecido em 2008, o profissional de saúde foi o primeiro cubatense a se graduar como médico e a receber o título de Doutor em Medicina, em 1957. Atuante na comunidade, cuidou de diversas gerações, além de realizar trabalhos voluntários em diferentes segmentos sociais.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Wagner Moura, lembrou dos preparativos iniciais do projeto da UPA, quando ainda era secretário municipal de Obras. Ele celebrou os esforços da Prefeitura pela saúde municipal, lembrando que a Cidade foi pré-classificada para sediar um curso de medicina, via programa Mais Médicos.

Em seguida, discursaram a deputada estadual Telma de Souza e o deputado federal José Mentor. Ambos parabenizaram o cuidado dos técnicos municipais com a obra e destacaram o empenho da Administração em buscar programas e recursos federais para a Cidade. Telma fez menção especial ao ex-secretário de Saúde e ex-prefeito de Santos David Capistrano, um dos pioneiros no País na criação de políticas inclusivas de saúde pública, cujos trabalhos geraram iniciativas como o conceito das UPAs. Também esteve presente o prefeito de São Vicente, Luis Claudio Bili.

A prefeita Márcia Rosa durante a solenidade que contou com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha (Foto: Divulgação/PMC)

Ano da Saúde

Em sua fala, a prefeita Marcia Rosa destacou os maciços investimentos de seu segundo governo na área da Saúde. "Nosso primeiro mandato teve a marca da Educação, com a completa reforma nas escolas e a modernização do sistema educacional. Agora, estamos priorizando a saúde. Mesmo com um ano muito difícil, com enchente e queda de arrecadação, melhoramos o PS Central, recebemos médicas cubanas do programa Mais Médicos, contratamos mais um laboratório para zerar a demanda de exames da rede municipal e agora nos preparamos para receber um curso de medicina, que tornará nossa cidade um polo de referência em educação e saúde pública. E em 2014, entregaremos cinco novas UBSs", afirmou, lembrando também que o Hospital Municipal recebeu um moderno mamógrafo, doado pelo Rotary Club.

A chefe do Executivo parabenizou toda a equipe de governo pela dedicação intensa para a entrega da UPA, que está capacitada para receber o alto fluxo populacional do bairro, provindo dos programas habitacionais em andamento na Cidade. "E nessas coincidências da vida, a sobrinha-neta do Dr. Mário Ruivo, que é engenheira da Prefeitura, acabou ajudando a elaborar o projeto da unidade, muito antes de saber que seu tio-avô daria seu nome ao local. Todos trabalharam com empenho, carinho e dedicação. Para mim, é um dia muito especial. Só faz sentido estar na vida pública se é para melhorar a vida das pessoas. Estou honrada e emocionada de entregar esse equipamento, que fará a diferença na saúde da Região".

Apoio à Cubatão

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, arrancou aplausos ao declarar que a UPA cubatense é uma das mais bonitas do País. "Vou levar esse projeto a outras cidades e estados, pois foi feito com muita qualidade e dedicação. Ver tudo o que passou Cubatão neste ano e, mesmo assim, fechar 2013 com a entrega de uma grande unidade de saúde, é para parabenizar e apoiar o empenho da Prefeitura. Posso afirmar que cada real investido pelo Ministério da Saúde na Cidade é revertido em serviços de qualidade".

Padilha explicou o conceito de UPA, que prioriza o atendimento básico em saúde, desafogando os grandes hospitais, que podem se concentrar nos procedimentos mais complexos. "A unidade cubatense é a de número 289, mas é uma das primeiras que conheço a entrar em funcionamento já no dia da inauguração. Isso é compromisso com a população".

O ministro parabenizou o trabalho das equipes municipais de combate à dengue e do SAMU. Ele defendeu o programa Mais Médicos, destacando que é preciso humanizar a qualificação de profissionais. "Nós precisamos formar médicos mais humanos, preocupados com problemas como a crescente drogadição. É preciso ajudar as pessoas a construir um novo caminho. E Cubatão tem todas as condições de sediar um curso de medicina, com sua ampla estrutura de saúde, com grande hospital, SAMU, UBSs e agora UPA".

Mais Médicos

Durante a solenidade, as autoridades presentes recepcionaram a médica cubana Aimé Tamayo Gutierrez, a quarta profissional do Mais Médicos a chegar na Cidade. Ela clinicará na UBS da Vila Esperança, no programa de Saúde da Família. A prefeita de Cubatão sinalizou ao ministro da Saúde que solicitará mais profissionais, visando zerar a demanda local.

Após o evento, todos os presentes puderam visitaram a unidade, que passou a atender o público já no início da tarde. O Pronto Socorro do Casqueiro foi desativado nesta mesma data, e seu corpo médico e profissional redirecionado para a UPA do Parque São Luiz.