Nível do Cantareira sobe e atinge 19,8%

O nível calculado com base no volume útil aumentou para 19,8% e ,se considerar o atual uso do volume morto, essa quantidade equivale a 15,3% da capacidade de operação

Comentar
Compartilhar
10 ABR 201514h42

Sem chuva de ontem (9) para hoje (10), o Sistema Cantareira apresentou ligeira elevação no volume de água armazenado atingido 194,8 bilhões de litros disponíveis para o abastecimento na região metropolitana de São Paulo.

O nível calculado com base no volume útil (água acima das comportas) aumentou de 19,7% para 19,8% e ,se considerar o atual uso do volume morto (água abaixo das comportas), essa quantidade equivale a 15,3% da capacidade de operação. Ontem (9), a taxa ficou estável.

Os dados são da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que administra além do Cantareira, cinco mananciais de abastecimento. Também subiu o nível do Sistema Rio Claro (de 45,3% para 45,4%). Os demais ou ficaram em baixa ou estáveis.

No Alto Tietê, a taxa passou de 22,3% para 22,2% e, no Alto Cotia, voltou a cair de 65,2% para 65%. Na Represa do Guarapiranga, o nível ficou em 84,1%, o mesmo registrado ontem (9) e, no Rio Grande, foi mantida a estabilidade em 97%.