A HISTÓRIA É DELA

Marleide Monteiro mostra qual ingrediente para ter um nome de sucesso

Novo quadro do Diário do Litoral no YouTube vai mostrar mulheres que se superaram e alcançaram sucesso em vários aspectos

Luana Fernandes

Publicado em 08/03/2024 às 08:00

Atualizado em 08/03/2024 às 11:48

Comentar:

Compartilhe:

Marleide Monteiro conseguiu realizar o sonho de ter seu nome reconhecido por seu trabalho / Divulgação

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

O Dia Internacional da Mulher, dia 8 de março, foi a data escolhida para a estreia do quadro “A História É Dela”, um programa de entrevistas que vai mostrar o quanto mulheres podem contar suas próprias histórias de sucesso e incentivar tantas outras a alcançar os próprios objetivos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Neste primeiro vídeo, disponível no canal do Diário do Litoral no YouTube, o quadro apresenta a empreendedora Marleide Monteiro. Famosa por seus bolos e salgados, a empresária conta como alcançou o que sempre sonhou e como a vida pode ter viradas surpreendentes.

A menina de 9 anos de idade que perdeu os pais em uma história trágica não poderia imaginar o futuro, mas já sonhava em ter a vida transformada. Nascida em Itabaiana, Sergipe, Marleide conheceu as ruas na infância e sabe que a dificuldade que encontrou ainda menina foi mola propulsora para alcançar seus objetivos. 

Empreendedora faz sucesso com brigadeiros 'diferentes' em Itanhaém

“Perdi tanto a minha mãe quanto meu pai, um atrás do outro. Ficaram seis irmãos sem pai e sem mãe. Passei por várias dificuldades. Comi muita farinha com sal e chupei muita laranja na feira de Itabaiana, onde os feirantes sempre nos ajudaram. Mas as dificuldades eram muitas”, relembra a empresária.

Com tantas dificuldades, Marleide precisou trabalhar ainda na adolescência. Com 12 anos, ela pediu emprego na primeira pizzaria que se instalaria na sua Cidade. Foi aí que sua paixão por Santos começou. Os chefes, que saíram do Litoral paulista para empreender no Nordeste, contavam o quanto Santos era a terra das oportunidades.

“Mesmo tão novinha, na minha cabeça já tinha muitos sonhos. Eu queria mudar a realidade dos meus irmãos e da minha família. Então coloquei na cabeça que Santos era este lugar onde iria ganhar dinheiro e mudar de vida”, explica Marleide.

Daí por diante, a história já virou domínio público. Uma das entrevistas mais assistidas no Programa do Jô é a de Marleide Monteiro. De forma engraçada e espontânea, a empresária conta toda a sua trajetória até fazer seu nome ser reconhecido em todo País.

“Eu dizia que as pessoas iriam conhecer o meu nome. Porque lá atrás, eu era conhecida como a menina filha do cão , por conta da história dos meus pais. E eu não queria isso. Queria que as pessoas me reconhecessem pelo meu nome. E foi por isso que trabalhei todos esses anos”, comemora.

Como ser uma mãe empreendedora de sucesso?

Nas primeiras encomendas de salgado, já em Santos, Marleide escrevia seu nome no pacote com tinta de esmalte. A cor era a mesma que ela usa atualmente em seu logo. Toda a sua identidade foi construída através de sua história de superação. Sem estudos, sem cursos de gastronomia e confeitaria, Marleide construiu uma marca consolidada no ramo. Hoje, a confeitaria Marleide Monteiro tem duas lojas e uma fábrica, que ficam nas cidades de Santos e Praia Grande. A empresa faturou R$ 6,2 milhões em 2022, com um crescimento de 33% em relação ao ano anterior.

“O que me levou a tudo isso foi a fé que eu tinha em transformar a minha realidade. O tempo todo senti Deus falando comigo e me guiando para o melhor caminho. Tudo o que eu fiz até aqui, tudo o que conquistei foi confiando no que Ele me falava e me mostrava”, conta Marleide.

Para conferir toda a história de sucesso de Marleide, acesse o canal do Youtube do Diário do Litoral e acompanhe nossas redes sociais.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Quanto vale o ouro? Saiba a premiação de cada medalha olímpica

Valor teve uma evolução de 40 % em comparação a Tóquio 2020

Santos

Santos terá museu de artes plásticas com entrada gratuita; veja

A expectativa é que obras de Nuno Ramos, Jarbas Lopes e Sergio Romagnolo cheguem a cidade

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter