Leilão de reserva vai contratar energia solar e eólica em novembro

Os empreendedores interessados em participar do leilão deverão cadastrar seus projetos junto à EPE entre os dias 4 de maio e 18 de junho

Comentar
Compartilhar
17 MAR 201516h37

O Ministério de Minas e Energia vai fazer um leilão para contratação de energia de reserva no dia 13 de novembro. Nesse leilão, a energia contratada deverá ser gerada por fontes solar fotovoltaica e eólica. Os contratos negociados no leilão terão prazo de 20 anos, com início de suprimento em novembro de 2018.

A classificação será pelo preço do lance, considerando a capacidade de escoamento de energia, que será definida pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Os empreendedores interessados em participar do leilão deverão cadastrar seus projetos junto à EPE entre os dias 4 de maio e 18 de junho. Os preços-teto dos produtos serão calculados pela EPE, aprovados pelo ministério e estabelecidos quando o edital for publicado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O Ministério de Minas e Energia vai fazer um leilão para contratação de energia de reserva no dia 13 de novembro (Foto: Divulgação)

A portaria que define as diretrizes para o 2° Leilão de Energia de Reserva deste ano foi publicada hoje (17) no Diário Oficial da União. Ontem (16), o governo havia publicado as regras para o primeiro leilão de reserva deste ano, previsto para agosto, para contratação apenas de energia solar.