Kassab diz que desconhece fraudes na Prefeitura de SP

O ex-prefeito disse que sempre deu total autonomia a seus secretários para que eles montassem suas equipes e tem certeza de que eles colaborarão com as investigações

Comentar
Compartilhar
30 OUT 201314h59

O ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) divulgou nota dizendo que desconhece a investigação em curso na Secretaria de Finanças, mas apoia a apuração dos fatos e defende punição exemplar dos envolvidos.

Kassab garantiu que sempre encaminhou qualquer suspeita de irregularidade ao Ministério Público e à Corregedoria-Geral do município. O ex-prefeito disse ainda que sua gestão "sempre se pautou pela correção na administração da máquina pública" e transformou as ferramentas de transparência "numa política de governo, permitindo que todos os paulistanos tivessem acesso a contratos de obras" na cidade de São Paulo.

O ex-prefeito disse ainda que sempre deu total autonomia a seus secretários para que eles montassem suas equipes e tem certeza de que eles colaborarão com as investigações.

Na manhã desta terça-feira, 30, uma operação deflagrada pelo Ministério Público Estadual (MPE) e a Controladoria-Geral da Prefeitura prendeu funcionários municipais acusados de receber propina para liberar empreendimentos imobiliários em São Paulo. De acordo com as investigações, eles teriam provocado um prejuízo de até R$ 500 milhões aos cofres municipais.

O ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) divulgou nota dizendo que desconhece a investigação em curso na Secretaria de Finanças, mas apoia a apuração dos fatos (Foto: Divulgação)

Os fiscais atuaram durante a gestão de Gilberto Kassab, mas as investigações não encontram indícios de que a propina recolhida tenha sido usada para fins políticos ou chegado ao alto escalão da Prefeitura. O prefeito Fernando Haddad classificou o caso como "um dos maiores escândalos já descobertos na cidade".