Diárias para feriado têm aumento de 160% em Santos e Guarujá

Levantamento do Creci-SP pesquisou 36 imobiliárias em 12 cidades do Litoral. Este ano, diárias em cidades como Praia Grande e Peruíbe, estão até 5,36% mais baratas

Comentar
Compartilhar
30 MAR 201510h59

Casas de quatro dormitórios na região central da Baixada (Santos e Guarujá) têm diárias R$ 3 mil para os feriados de abril – Semana Santa e Tiradentes. O aumento chegou a 160,86% em relação ao mesmo período do ano passado, quando era possível encontrar diárias de R$ 1.150,00, em média. Por isso, quem pretende passar os feriados na Região ou no Litoral Norte terá que pesquisar bastante para encontrar as melhores ofertas.

A diária que subiu menos foi a das casas de três dormitórios na faixa central da Região. O aluguel médio era de R$ 766,77 nos feriados do ano passado e neste ano está em R$ 800, alta de 4,3%. Na mesma região, entre Santos e Guarujá, também possível encontrar a opção mais barata para este feriadão prolongado: apartamento de um dormitório com diária de R$ 175.

Os dados fazem parte de uma pesquisa feita pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP) com 36 imobiliárias de 12 cidades. O levantamento apurou que as diárias de casas e apartamentos para os feriados deste ano estão mais caras que as do ano passado. Em 17 tipos de imóveis disponíveis para locação, 13 estão custando mais. 

Já os aluguéis que ficaram mais baratos este ano são os dos apartamentos de um e dois dormitórios também na região central – Santos e Guarujá. No primeiro caso, a queda foi de 11,76%, com a diária baixando de R$ 198,33 para R$ 175, e no segundo, de 7,33% - a diária caiu de R$ 413,33 para R$ 383.

Também ficaram mais baratas as diárias de casas de 2 dormitórios no Litoral Sul (queda de 5,36%) e no Litoral Norte (queda de 9,52%). No Sul, onde estão cidades como Praia Grande e Peruíbe, a diária era de R$ 299,38 em 2014 e agora está em R$ 283,33. No Litoral Norte, a diária média baixou de R$ 350 para R$ 316,66.

Imóveis muito procurados por famílias, os apartamentos de 3 dormitórios estão sendo ofertados por R$ 695,00 a diária nas cidades do Litoral Norte (6,92% mais caros em relação a 2014) e por R$ 350,00 no Litoral Sul (alta de 16,66% em comparação com 2014).

Os aluguéis mais baratos neste feriado são os de um dormitório em Santos ou Guarujá (Foto: Matheus Tagé/DL)

Negocie

“Antecipar a locação é o melhor recurso para pagar diárias mais baratas nos dois feriadões de Abril”, aconselha José Augusto Viana Neto, presidente do Creci-SP. Ele argumenta que mesmo no caso dos aluguéis que subiram pouco, “uma negociação com antecipação da locação sempre pode resultar em um acordo que reduza o valor do aluguel, especialmente neste momento de incertezas na Economia”.

A favor de quem pensa curtir os feriados na praia gastando menos, deve-se pesar também a mudança de clima, segundo o presidente do Creci paulista. “As temperaturas no outono são mais amenas e este fato deve levar muitas famílias a pensar em alternativas como as cidades serranas e turísticas do Interior, aliviando a pressão de demanda no Litoral e favorecendo a negociação das diárias”, argumenta Viana Neto.

No site do Creci-SP (www.crecisp.gov.br) estão disponíveis os contatos de imobiliárias e corretores que fazem locação no Litoral. “Sempre é preciso ter cuidado na hora de alugar para não cair no golpe da falsa locação”, afirma Viana Neto.

Dias de locação

Segundo a pesquisa, os proprietários estão alugando os imóveis nas cidades da Região por períodos que variam de um dia a quatro dias.

O número máximo de pessoas que admitem nos imóveis é de até quatro nos de dois cômodos ou quitinetes, de até seis nos de um dormitório, de até 15 nos de três dormitórios e de até 20 nas casas de quatro dormitórios - número que cai para 16 se for apartamento.

A pesquisa do Creci-SP foi feita com 36 imobiliárias das cidades de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela, Bertioga, Santos, Guarujá, São Vicente, Peruíbe, Praia Grande, Itanhaém e Mongaguá.