Dia do Gari: funcionários de Praia Grande contam suas experiências

Neste sábado, 16 de maio, é comemorado o trabalho dos funcionários que exercem atividades de limpeza e manutenção urbana

Comentar
Compartilhar
16 MAI 2020Por Da Reportagem10h02
Para as trabalhadoras, a colaboração da população é essencial para a conservação do serviço desenvolvido por elas na limpeza urbana.Foto: DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE PRAIA GRANDE

A limpeza e manutenção urbana são serviços que não podem parar em uma Cidade. Neste sábado (16) é oficialmente comemorado o dia dos funcionários que exercem essa atividade.

O termo 'gari' surgiu em homenagem ao francês Pedro Aleixo Gary, que ficou conhecido por ser o fundador da primeira empresa de coleta de lixo nas ruas do Rio de Janeiro, em 1976. Em Praia Grande, as ações são desenvolvidas pelos trabalhadores da Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb).

Na área de limpeza e manutenção, são desenvolvidos serviços como varrição, retirada de lixo, recolha de itens inservíveis, capinação, raspagem de areia da sarjeta e desobstrução na rede de drenagem.

Além da zeladoria, as atividades têm um papel social e sanitário também. Por isso os profissionais desta categoria também são considerados "linha de frente" e essenciais no dia a dia de uma Cidade.

Para quem exerce essas funções, o trabalho é sempre feito com muita dedicação e cuidado, como salientou a trabalhadora Heidy Rosimary Avelino da Silveira, de 34 anos, que há quase 2 anos atua no setor. "Gosto muito do que faço. O trabalho braçal me faz bem e atuar na rua nos proporciona oportunidade de conhecer toda a Cidade e diversos moradores".

Ainda assim, Heidy destaca que sem a conscientização da população sobre o papel que tem na conservação da limpeza da Cidade, grande parte do serviço que exerce perde a eficiência. "Vemos todos os dias várias atitudes irresponsáveis por parte de muitos moradores. Tem trechos que limpamos e no dia seguinte já estão sujos de novo".

Quem também destacou a importância da população em ter responsabilidade ao descartar seu lixo foi a trabalhadora Rosimeire de Souza Silva, que atua na limpeza urbana há aproximadamente 6 anos. "Por todos os lugares têm lixeiras e locais próprios para alguns itens, e, onde não tiver, basta esperar chegar até um local adequado ou aguardar o dia do serviço público que realiza essa atividade".

O ambiente de trabalho também faz toda a diferença para Meire Silva. Segundo ela, as equipes da Sesurb são muito dedicadas e gostam do que fazem, o que torna o horário de expediente mais agradável. "Apesar da correria do dia a dia da limpeza, os funcionários são sempre bem-dispostos, todo mundo tenta ao máximo se ajudar. Me sinto muito bem com meus colegas de serviço e isso, é claro, reflete muito na profissão, que é trabalhosa, mas essencial para a qualidade de vida dos praia-grandenses".