Comerciantes dizem que água empoçada em bueiros atrai mosquitos

Comerciantes reclamam da falta de limpeza nos bueiros do Boulevard Othon Feliciano, no Gonzaga, em Santos

Comentar
Compartilhar
18 JAN 201309h48

Empresários locais e comerciários acreditam que a proliferação de mosquitos no local tenha como causas poças de água e sujeira na galeria pluvial do boulevard.

“Tem juntado muito mosquito aqui no final da tarde e fica água acumulada nos bueiros. Com essa epidemia de dengue, os bueiros poderiam ser limpos de 15 em 15 dias”, afirmou o comerciante Benedito Bispo da Silva.

A comerciante Ana Lúcia Martins dos Santos acredita que contraiu dengue no local. “Eu passo mais tempo aqui do que em casa e tem bastante mosquito. Então eu acho que peguei dengue aqui. A água empoça nos bueiros quando chove e junta muito lixo. Limpam o boulevard, mas dentro dos bueiros eu nunca vi”, afirmou.

Já a vendedora Sueli Souza Santos afirmou que já viu o mosquito transmissor da dengue Aedes Aegypti na loja em que trabalha. “Eu trabalho há dois anos aqui e nunca vi manutenção nesses bueiros. Tem muito mosquito aqui, algumas meninas já pegaram dengue e eu mesma matei um mosquito da dengue. Além disso, de vez em quando sai um cheiro desagradável dos bueiros”, disse Sueli.

O assistente do gabinete da Secretaria de Serviços Públicos de Santos, Carlos Tadeu Eizo, afirmou que desconhecia as queixas do comércio local, e que providenciará uma vistoria para verificar o problema na galeria pluvial do boulevard. No entanto, Eizo esclareceu que em relação à limpeza no interior da galeria, em princípio, a intervenção é feita em caso de obstrução, para prevenir alagamentos.