CEI cobra explicações da MRS sobre colisão de trens

O presidente da CEI, Ricardo de Oliveira (PMDB), o Ricardo Queixão, disse que a circulação de trens causa transtornos aos moradores da Cidade, principalmente à Vila dos Pescadores

Comentar
Compartilhar
13 FEV 201510h51

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara de Cubatão que investiga as causas da colisão entre trens ocorrida em outubro passado no trecho da Vila São José, de responsabilidade da MRS Logística, recebeu os representantes da concessionária, que administra o tráfego ferroviário, para discutir soluções para evitar novos acidentes.

O presidente da CEI, Ricardo de Oliveira (PMDB), o Ricardo Queixão, disse que a circulação de trens causa transtornos aos moradores da Cidade, principalmente à Vila dos Pescadores. O vereador questionou os representantes da MRS sobre que medidas serão tomadas para resolver os problemas nas localidades atravessadas pelas composições da empresa.

O gerente de relações institucionais da MRS, José Roberto Lourenço, explica que uma comissão investigativa, em conjunto com a ALL, foi aberta, mas que o relatório final sobre as causas da colisão ainda não foi concluído.

“O modelo de sinalização está sendo modificado, foi aumentado o bloco, nenhum trem poderá ficar próximo do outro”, disse Lourenço, que completou afirmando que alguns reparos da via foram feitos pela MRS e que a ALL ficou de reforçar os muros a fim de evitar novos acidentes.

Colunas

Contraponto