00h : 51min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Blitze educativas com motociclistas em Praia Grande

As atividades que começaram ontem no bairro Boqueirão seguem hoje no Mirim a partir das 10 horas.

Comentar
Compartilhar
08 SET 2017Por Da Reportagem14h32
Durante a blitz, agentes de trânsito orientam sobre o respeito às normas viárias e realizam uma pesquisaFoto: Arquivo DL

Com o intuito de orientar moradores e turistas que visitarão Praia Grande neste feriado prolongado em celebração ao Dia da Independência do Brasil, a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) realiza blitze educativas voltadas a motociclistas. As atividades que começaram ontem no bairro Boqueirão seguem hoje no Mirim a partir das 10 horas.

O trabalho é realizado em parceria com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, do Governo Estadual.

A ação faz parte de campanha iniciada neste mês de setembro, que além das atividades educativas (mais de 1.500 motociclistas já receberam a orientação) contará em outras etapas com a oferta de manutenções gratuitas de veículos e fiscalizações por diversos pontos da cidade.

Durante a blitz educativa, os agentes de trânsito orientam sobre a importância do respeito às normas viárias, realizaram uma pequena pesquisa (com informações como uso profissional do veículo, possíveis acidentes passados e alguns dados pessoais do condutor) e distribuem cartilhas informativas e colantes refletivos para capacetes. Os trabalhos já foram realizados nos bairros Xixová, Canto do Forte, Boqueirão, Ocian e Mirim.

O secretário de Trânsito de Praia Grande, Marcelo Afonso Prado, explicou que atividades educativas como estas são essenciais para a redução no número de acidentes envolvendo motociclistas, em especial nos casos que resultam em óbitos. “Pelo menos 90% dos casos de ocorrências viárias são causadas por falha humana, direta ou indiretamente. Por isso, é tão importante mostrar aos motociclistas o seu papel na segurança viária deles, dos demais condutores que cruzam seu caminho e dos pedestres”.

Colunas

Contraponto