23h : 51min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

MPE e PM deflagram operação contra o jogo ilegal na Baixada

Policiais militares foram presos e um policial civil foi conduzido coercitivamente; até a noite desta terça-feira (29), não foi divulgado balanço oficial

Comentar
Compartilhar
29 NOV 2016Por Gilmar Alves Jr.21h55

Uma operação contra o jogo ilegal na Baixada Santista deteve policiais militares e conduziu coercitivamente um policial civil, além de outras pessoas, nesta terça-feira (29). A ação foi deflagrada pelo núcleo santista do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual (MPE), com apoio de policiais militares da Corregedoria.

Até a noite desta terça-feira (29), o MPE não divulgou balanço sobre o total de prisões e outras ordens judiciais cumpridas durante a operação.

O Diário apurou que um dos alvos da operação foi a casa de um PM, no Jóquei Clube, em São Vicente. No imóvel, vistoriado com respaldo de mandado de busca e apreensão, a Corregedoria da PM apreendeu uma arma sem numeração (garrucha) e seis munições de calibre 12.

O policial, de 58 anos, foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo no 2º Distrito Policial de São Vicente (Cidade Náutica). Ele foi solto após pagar fiança.

No bairro Parque São Vicente, ainda conforme apurou o Diário, policiais desativaram oito máquinas de caça-níqueis em um estabelecimento comercial e apreenderam R$ 1737,00, além de anotações com a suposta contabilidade.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar