15h : 39min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Santos espera receber por venda de Neymar em até 30 dias

Clube formador, o Peixe aguarda por taxa de solidariedade. Caso o valor não seja depositado no tempo previsto, o clube promete recorrer até o Tribunal Superior do Esporte

Comentar
Compartilhar
04 AGO 2017Por Alyson Gonçalo19h34
Peixe quer receber os R$ 33 milhões dos quais acredita ter direito pela transferência de Neymar ao PSGFoto: Michel Euler/Associated Press/Estadão Conteúdo

O Santos quer receber os R$ 33 milhões dos quais acredita ter direito pela transferência de Neymar ao Paris Saint Germain, da França, em até 30 dias. O valor é equivalente a 4% do que os franceses gastaram para tirar o atacante brasileiro do Barcelona (ESP) – aproximadamente R$ 821 milhões.

A indenização é referente ao mecanismo de solidariedade previsto pela Fifa. Segundo a entidade, a cada transferência internacional de um jogador, o clube formador tem direito a até 5% dos valores envolvidos. Como Neymar atuou pelo Santos dos 13 ao 21 anos, o Peixe ficaria com cerca de 4%.

O problema, porém, é que as partes envolvidas poderiam alegar que a transferência não configurou uma venda, mas sim um pagamento de multa rescisória. Neste caso, o Santos não teria direito a uma indenização. O Peixe, porém, acredita ter embasamento jurídico para receber o valor antes citado.

Caso o pagamento não seja feito no tempo previsto, o Departamento Jurídico do clube vai recorrer junto à entidade máxima do futebol e, se preciso, ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). O Santos se apega a históricos recentes, onde, mesmo com multa rescisória, o valor foi repassado aos times formadores.

Este possível problema jurídico, porém, pode ser neutralizado pela participação de um forte aliado. O atacante Neymar solicitou aos dirigentes do PSG que pagassem os 4% aos santistas. A atitude serviria para acabar com animosidade criada entre as partes desde a negociação com o Barcelona. A informação foi divulgada pelo Globoesporte.com e confirmada pelo Diário do Litoral.

Vale lembrar que o Alvinegro ainda deve receber outros R$ 17 milhões com a venda de Neymar, somando um lucro de R$ 50 milhões com a transação. O valor refere-se a compensação pela não realização de um amistoso contra o Barcelona. O jogo estava previsto em contrato assinado com o time catalão, em 2013, e caso não fosse relacionado, seria cobrado uma multa de 4 milhões de euros à cotação em vigor.

Colunas

Contraponto