18h : 43min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Pratto descarta comemorar gol no domingo: 'O Atlético é especial'

No clube mineiro, o jogador disputou um total de 104 jogos e marcou 41 gols, sendo campeão do Campeonato Mineiro do ano retrasado

Comentar
Compartilhar
16 JUN 2017Por Gazeta Press19h00

Lucas Pratto não irá comemorar se marcar gols contra o Atlético-MG, neste domingo, no Morumbi. Quem garante é o próprio jogador, que enfrentará seu ex-clube pela primeira vez desde que foi contratado pelo São Paulo, no início do ano.

“Todo mundo sabe como o Atlético-MG é especial. É uma questão de respeito para o clube que me abriu as portas no futebol brasileiro. Obviamente quero fazer gol, mas se fizer, acho que não vou comemorar”, disse o argentino, em entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira, no CCT da Barra Funda.

Destaque do Vélez Sarsfield, da Argentina, Pratto chamou atenção de vários clubes brasileiros, inclusive o Palmeiras, mas foi comprado pelo Galo, em 2015, por R$ 13 milhões. No clube mineiro, disputou um total de 104 jogos e marcou 41 gols, sendo campeão do Campeonato Mineiro do ano retrasado.

Em 2017, o Atlético-MG precisou vencer Pratto e encontrou no São Paulo sua melhor opção, já que os paulistas não são concorrentes dos mineiros na Copa Libertadores. Em fevereiro, os clubes entraram em acordo e a negociação saiu por R$ 20,7 milhões, correspondentes a 50% dos direitos econômicos do atleta. Com a camisa tricolor, o centroavante já anotou 10 gols em 20 partidas, sendo o vice-artilheiro do time no ano, só atrás de Gilberto, com 12.

Sobre o duelo de domingo, Pratto prevê um jogo difícil apesar do atual momento do Galo, que soma míseros seis pontos, na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento.

“Psicologicamente não estão como gostariam de estar. Todos esperavam o Atlético nas primeiras posições após sete rodadas. Mas se recupera a qualquer momento. Tem muitos jogadores de qualidade. Virão para atacar e ganhar o jogo. Tem de jogar como foi contra o Palmeiras, sem margem de erro, concentrado. Não deixar finalizar tranquilo” avaliou.

Questionado acerca do iminente duelo de centroavantes com Fred, Pratto minimizou. “Não é um jogo de um contra um. É 11 contra 11. Somos dois finalizadores, espero que domingo consiga ganhar o jogo e finalizar mais cedo do que ele. Vai ser um bom jogo”, concluiu.

Com 10 pontos ganhos, o Tricolor ocupa o sétimo lugar da competição e uma vitória deve levá-lo ao G6, a zona de classificação à próxima Libertadores. Rogério Ceni terá sexta-feira e sábado para preparar a equipe, que vem de empate por 0 a 0 com o Sport, na quarta.

Colunas

Contraponto