06h : 09min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

David Neres admite ter “tremido”, mas estreia bem pelo São Paulo

Foram duas assistências para finalizações, três cruzamentos à área (dois certos), um desarme

Comentar
Compartilhar
18 OUT 2016Por Gazeta Press12h50
David Neres admite ter “tremido”, mas estreia bem pelo São PauloFoto: Divulgação

Fora de casa, estádio cheio, adversário lutando por uma vaga na próxima Copa Libertadores e ganhando o jogo por 1 a 0. Time em crise, perdendo e técnico ameaçado em meio a luta contra o rebaixamento. O cenário estava longe de ser considerado ideal para colocar em campo pela primeira vez uma revelação das categorias de base. Mas foi exatamente isso que fez Ricardo Gomes nesta segunda, quando promoveu a estreia de David Neres na equipe profissional do São Paulo.

No início, ficou a expectativa pela reação do garoto de 19 anos, caracterizado por sua velocidade e, principalmente, habilidade com a perna esquerda atuando na ponta direita. Eram 15 minutos da etapa final, mas em pouco tempo David Neres mostrou personalidade com uma boa jogada individual, que resultou no ótimo cruzamento para Thiago Mendes, que acabou perdendo um gol incrível. De qualquer forma, o recado foi dado.

“Joguei como se estivesse jogando em Cotia, ou em qualquer lugar”, comentou a revelação são-paulina à rádio CBN, muito ofegante depois do apito final, mas nem tanto pelo cansaço, e sim pela parcela de nervosismo ainda. “Quando ele (Ricardo Gomes) me chamou já fui tremendo já. Mas ai foi respirar fundo e ir bem”, contou Neres, com a inocência de um novato. “Estreia, primeiro jogo no profissional, você sente meio abafado. Sempre sente algo mais pesado”, explicou.

Foram duas assistências para finalizações, três cruzamentos à área (dois certos), um desarme e bastou para o técnico tricolor se sentir impressionado e motivado a dar novas oportunidades ao jovem em um momento em que o setor de ataque da equipe vive uma crise individual e coletiva. “Todo jogo que eu fui no banco, sempre esperava (entrar)”, revelou David Neres, que foi ignorado na suplência contra Figueirense, Cruzeiro, Atlético-PR, Vitória, Sport e Santos antes de debutar nesta segunda.

“Entrou muito bem, né? E entrou bem porque tem treinado muito bem. Ele ganhou essa chance pelo trabalho que fez nos últimos dez dias. Minha dúvida era: tecnicamente muito bom, mas, essa situação (crise), zona de desconforto. Mas o garoto, muita personalidade, e apostei. Foi uma boa surpresa, surpresa para a maioria da torcida, mas é um jogador que vai crescer bastante no São Paulo”, observou Ricardo Gomes.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar