21h : 07min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Santista está na final do X Factor Brasil. Disputa acontece hoje

Cristopher Clark, de 43 anos, é o veterano da primeira edição da versão nacional do reality show. Ele enfrenta a cantora Jenni Mosello e a girlband Ravena

Comentar
Compartilhar
23 NOV 2016Por Da Reportagem15h30
Santista Cristopher Clark está na final do The X Factor BrasilFoto: Divulgação/X Factor

A final da primeira edição da versão nacional do 'The X Factor' acontece na noite de hoje e o santista Cristopher Clark está na disputa. 

O veterano de 43 anos surpreendeu os jurados em sua audição, cantando Bruno Mars e James Brown, respectivamente, obtendo a aprovação unânime de Paulo Miklos, Alinne Rosa, Di Ferrero e Rick Bonadio.

Durante a competição, o atual vocalista da banda Piper se mostrou constante e confiante a cada apresentação, surpreendendo a cada episódio do reality e virando a grande aposta de seu mentor, Rick Bonadio. 

Na última segunda-feira, Cristopher Clark foi o segundo mais bem votado pelo público na semifinal do talent show musical. Ele foi escolhido pelos telespectadores a ter uma vaga direta na final. Durante o programa, o músico agradou o público com as músicas 'Dog Days are Over' (Florence and The Machine) e 'Só Rezo' (NX Zero). Durante a votação, a hashtag #FicaCristopher teve mais de 100 mil menções no Twitter. O santista compete contra cantora Jenni Mosello e a girlband Ravena. 

Há duas formas de votar para que o santista seja o grande vencedor. Por SMS: mande quantos torpedos quiser para 722-60 com a mensagem GanhaCristopher ou pelo twitter: basta tuitar com a hashtag #GanhaCristopher. A grande final do The X Factor Brasil acontece hoje, à partir das 22h30, na TV Bandeirantes. 

Grande final acontece na noite desta quarta-feira (23) (Foto: Divulgação)

Carreira

Cristopher nasceu em Santos há 43 anos. Seu primeiro ídolo foi  Michael Jackson, a quem logo passou a imitar. Em 1985 ouviu ‘We are the world’ pela primeira vez, apaixonou-se pela música e começou a fazer shows nas festas da família imitando suas diferentes vozes. Na adolescência, conheceu o rock e quis tocar bateria. Infelizmente, havia um baterista melhor na turma e um amigo deu a ideia dele assumir os vocais da banda. Sem outra opção, topou e, já nos primeiros ensaios, seu talento se tornou evidente.

Obsessivo, Cristopher passou a estudar muitas horas por dia, sempre inspirado por seus ídolos, como Bruce Dickinson, Ronnie James Dio, Glenn Hughes e Stevie Wonder. Passou por várias bandas relevantes no cenário do rock santista, como Last Joker, Santa Claus, Cajamanga, Drive V e Parallax. Apesar de ter o rock na veia, em 94 a vontade de viver exclusivamente daquilo que melhor sabia fazer o levou à música pop da noite santista. Com o tempo, tomou gosto também por esse estilo. 

Chegou a tocar na edição do Rock'n'Rio em 2001.

No começo deste ano, gravou We are the world no estúdio de um amigo e colocou o vídeo da música no YouTube. A repercussão por conta da capacidade de imitar com perfeição tantos cantores e cantoras famosos lhe abriu as portas da primeira edição do X Factor Brasil. Concorrendo com 30 mil participantes, Cristopher superou as várias etapas do programa, sempre arrancando elogios dos jurados e arrebatando uma legião de fãs. Nesta quarta-feira, 23 de novembro, ele participará da final do programa, concorrendo com Jenni Mosello e o grupo Ravena.

Apesar das especulações, Cristopher Clark não é um nome artístico. E apesar de hoje ser considerado um dos melhores cantores do Brasil, ele continua adorando tocar bateria.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar