'Operação Sacoleiro' apreende 69 veículos clandestinos de transporte de passageiros

Ação especial de final de ano fiscalizou veículos de transporte coletivo intermunicipal de passageiros que fazem compras na capital paulista

Comentar
Compartilhar
02 JAN 2018Por Da Reportagem16h29
69 trafegavam sem a licença exigida para o transporte de passageiros no Estado de São PauloFoto: ANTT

Criada pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) para combater o transporte clandestino de passageiros que viajam para a capital paulista com o objetivo de fazer compras de final de ano, a chamada "Operação Sacoleiro" apreendeu 69 veículos entre novembro e dezembro de 2017. No período entre 6 de novembro e 22 de dezembro foram realizadas 131 ações de fiscalização, nas quais foram verificadas as condições de 1.086 veículos. As operações ocorreram em 14 diferentes pontos das rodovias Raposo Tavares (SP-270), Castelo Branco (SP-280), Washington Luiz (SP-310), Anhanguera (SP-330), Bandeirantes (SP-348) e Raimundo Antunes Soares (SP-079), abrangendo 12 municípios, incluindo a Capital, Grande São Paulo e Interior. Do total de veículos fiscalizados, 69 trafegavam sem a licença exigida para o transporte de passageiros no Estado de São Paulo.

A Artesp alerta que, atualmente, os passageiros contam com 921 empresas cadastradas que podem ser contratadas para realizar o serviço de viagens intermunicipais rodoviárias no Estado de São Paulo, seja para fins de trabalho, lazer ou estudos.

A escolha de uma empresa que opera dentro da legalidade é fundamental para a segurança dos usuários. O serviço irregular oferece inúmeros riscos aos passageiros, uma vez que o veículo não é vistoriado para este fim, não há garantia de que o motorista seja habilitado para atuar no transporte coletivo e, em caso de acidente, não há seguro específico para os passageiros. No ano passado, entre janeiro e novembro, a fiscalização da Agência abordou 18.636 veículos nas rodovias do Estado, dos quais 1.306 foram apreendidos por realizar transporte clandestino de passageiros.

A atuação da Agência visa garantir a segurança dos usuários do sistema. Antes de realizar uma viagem de fretamento intermunicipal, os passageiros devem consultar no site da Artesp (www.artesp.sp.gov.br/transporte-coletivo-fretamento.html) se a empresa é regulamentada, bastando para isso saber a placa do veículo ou o CNPJ da empresa. A consulta vale para qualquer grupo de passageiros interessado em contratar o serviço de fretamento para viagens intermunicipais no Estado de São Paulo. Essa simples consulta evita eventuais transtornos e dá maior garantia de segurança para as viagens.

Cadastro

Profissionais que queiram realizar o transporte intermunicipal de passageiros na modalidade de fretamento encontram informações no site da Artesp.

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto