X

Automotor

Conheça a versão de despedida do Audi TT

O Audi TT encerra sua trajetória com a Final Edition, já em pré-venda no Reino Unido

Daniel Dias - AutoMotrix

Publicado em 26/02/2023 às 13:15

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Nas duas décadas e meia de história, o TT sempre foi referência em esportivos de alto desempenho / Divulgação

Por 25 anos, o Audi TT foi um ícone estético incontestável no segmento de carros esportivos. Para comemorar sua história de sucesso, a marca das quatro argolas está lançando uma edição derradeira no Reino Unido, onde o esportivo alemão sempre teve um dos mercados mais expressivos. Não se sabe se existirão Final Edition para outros mercados, mas é confirmado que o ano/modelo 2023 será seu último. Com início da pré-venda previsto para março, ao preço a partir de 41.910 libras esterlinas (cerca de R$ 265 mil, sem todas as taxas e os impostos de importação), o TT Final Edition estará disponível como cupê ou roadster e também oferecido como um TTS de alto desempenho. As primeiras entregas aos clientes britânicos estão previstas para abril deste ano – ainda não está confirmado se a edição será vendida no mercado brasileiro. No Brasil, além da venda regular, o TT participou de várias provas de longa duração em campeonato nacionais, sempre na configuração original, acrescida naturalmente da estrutura de “gaiola” de segurança interna.

O TT (“Tourist Trophy”, referência a uma competição de carros e motos promovida pela Audi desde 1905, na ilha de Man, na Inglaterra) foi apresentado ao mundo no Salão do Automóvel de Frankfurt de 1995 como o estudo do protótipo Audi TT. Três anos depois, o modelo entrou em produção em série com apenas pequenas alterações visuais em relação ao carro-conceito mostrado na Alemanha. O Mk1 TT é considerado um dos designs mais influentes de todos os tempos, e a elegante simplicidade do original ainda pode ser vista no modelo atual, 25 anos depois. “Poucos carros resistiram tão bem ao teste do tempo quanto o TT. As linhas nítidas e inspiradas em Bauhaus do cupê esportivo parecem tão novas atualmente quanto em 1998. Para marcar toda essa trajetória, a Final Edition combina tudo o que nossos clientes adoram nesse modelo icônico”, comemorou Andrew Doyle, diretor da Audi Reino Unido.

Concebida para se situar no topo da gama de especificações TT, a Final Edition é específica e tem toques de design exclusivos. A variante é marcada pelo pacote de estilo preto com anéis e emblemas “Audi”, capas de espelhos, saídas de escape e um spoiler traseiro fixo tudo em preto. Os modelos Roadster se beneficiam de barras anticapotagem e difusor de vento também com acabamento em preto. Vidros escurecidos (somente no cupê) e pinças de freio vermelhas alojadas atrás de rodas de liga leve de 20 polegadas e cinco raios estilo “Y” em cinza fosco, com corte de diamante, completam a atualização externa. Os compradores podem escolher entre as cores Tango Red, Glacier White e Chronos Grey. 

No interior, uma variedade de recursos adicionais de conforto e conveniência elevam a cabine focada no motorista do TT Final Edition a novos níveis. Os apoios de braços nas portas, maçanetas e nos frisos no console central são todos revestidos em couro. Um volante Alcântara com costura vermelha e marcador de doze horas é exclusivo da Final Edition, juntamente com as inserções em Vermelho Tango nos bancos, nas saídas de ar e no console central (apenas no cupê). Outras melhorias incluem assentos com acabamento Alcântara com costura vermelha decorativa e filetes nos tapetes na mesma cor. O Audi Technology Pack vem de série na Final Edition, adicionando o MMI Navigation Plus com MMI Touch e o Audi Connect Infotainment Services (com assinatura de 36 meses), que permite aos proprietários acessar informações ao vivo, como preços de combustível locais e previsão do tempo, por meio do MMI Conexão de internet de alta velocidade do sistema. O Comfort & Sound Pack (somente no TTS) é uma atualização padrão adicional, trazendo um sistema de som Bang & Olufsen, chave avançada, câmera de ré e um conjunto de sensores de estacionamento.

Para o TT Final Edition, em termos de “powertrain”, estão disponíveis dois motores a gasolina. Ambos têm como base o propulsor 2.0 turbo de quatro cilindros, com a variante 40 TFSI tendo 200 cavalos de potência e a 45 TFSI, 252 cavalos. O 40 TFSI com tração dianteira usa câmbio S tronic de 7 marchas, que aposentou a transmissão manual de 6 velocidades. Já o 45 TFSI vem com tração integral “Quattro” como padrão. O TTS “Quattro” oferece 302 cavalos e inclui amortecedores adaptativos, enquanto o TT RS 2.5 de cinco cilindros produz 394 cavalos. Os dois são equipados com a transmissão S tronic de 7 marchas.

Leia esta matéria também na Gazeta de S. Paulo

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Confira o resultado do Timemania no concurso 2094, neste sábado (18)

O prêmio é de R$ 2.200.000,00

Cotidiano

Confira o resultado da Quina no concurso 6444, neste sábado (18)

O prêmio é de R$ 20.500.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter