Bancários promovem outro protesto irreverente em Santos

Manifestação foi hoje na Praça Mauá contra demissões em massa. Categoria distribuiu sopão aos moradores.

Comentar
Compartilhar
18 DEZ 201217h59

Eles já fizeram "chover" dinheiro, já se enrolaram em faixas imensas em frente as agências bancárias, e chegaram a fazer sardinha na brasa na porta de um banco, e um barulho ensurdecedor, com uma bandinha postada na porta de uma outra agência bancária. Tudo de forma irreverente para chamar a atenção da opinião pública para o que, qualificam de irregularidades trabalhistas.

Hoje, não foi diferente. Embaixo de um sol forte e de muito calor, os bancários mobilizados pela diretoria do sindicato, se posicionaram em frente a agência do Santander, na Praça Mauá, Centro de Santos para protestar contra demissões em massa na Baixada e no País.

Na manifestação foi montada uma grande mesa da Santa Ceia de Natal com distribuição de sopão aos moradores de rua, trabalhadores demitidos e à população em geral.

Tudo para chamar a atenção de clientes sobre a demissão em massa que está ocorrendo no banco espanhol. Os bancários vão estar com gorros de Papai Noel, vão utilizar carro de som e uma faixa gigante (8 metros x 2 metros) com a frase: "Magia de Natal, Satãder demite em massa".

A diretoria do Sindicato dos bancários já paralisou todas as 16 agências do Santander existentes em Santos, no último dia 5.  O presidente do sindicato, Ricardo Saraiva Big, diz que o banco já demitiu 22 funcionários, na Baixada Santista. "Em todo o Brasil já foram cerca de 2.300 bancários e segundo informações o número pode chegar a 5.000 dispensados", menciona Big.

"Isso é um absurdo, pois os trabalhadores brasileiros são os principais responsáveis pela maior fatia do resultado mundial da empresa (26%). O banco espanhol não demite na Espanha onde há crise, não aceitamos que isso ocorra aqui", conclui.

Os bancários mobilizados pela diretoria do sindicato, se posicionaram em frente a agência do Santander, na Praça Mauá (Foto: Matheus Tagé/DL)