X
Cotidiano

Fundo Social de Solidariedade doa enxoval para bebê que nasceu dentro de carro

Samuel chegou ao mundo na manhã desta segunda-feira (16); parto foi realizado pela Guarda Civil Municipal de São Vicente (GCM)

O parto foi realizado pela Guarda Civil Municipal de São Vicente (GCM) / Foto: Prefeitura de São Vicente

Na tarde desta terça-feira (17), Samuel e a mamãe Thais Cristina Santos receberam a visita da presidente do Fundo Social de Solidariedade de São Vicente (FSS-SV), Thaynã Carneiro, na Maternidade Municipal.

A presidente do FSS-SV entregou para a moradora do bairro Parque São Vicente um kit enxoval com diversas roupinhas, fraldas, pomadas e itens de higiene. Além disso, a mamãe recebeu absorventes femininos frutos do projeto “Entre elas”. Thais ficou contente com o presente e agradeceu. “Muito obrigada. Toda a ajuda nesse momento é bem-vinda”.

Thaynã ressaltou a importância de apoiar as mulheres que acabaram de ganhar neném. “O pós-parto é um momento delicado. Acolher e oferecer esse suporte às mamães faz toda a diferença nesse momento”.

Os kits são montados a partir de doações e entregues para mulheres em situação de vulnerabilidade social. Os interessados podem contribuir doando fraldas, roupinhas em bom estado, lenços umedecidos e demais itens para o Fundo Social, na Rua Benedito Calixto, 205, no Centro, das 9h às 17h. O telefone é o (13) 3467-9118.

A GCM realizou o parto
Às 11h30 da última segunda-feira (16), Thais Cristina Santos, de 36 anos, moradora do Parque das Bandeiras, na Área Continental, deu à luz seu primeiro filho. Ela e uma amiga estavam a caminho do Centro de São Vicente, quando Thais sentiu um incômodo na coluna. “Eu achei que fosse a posição do banco. Chegando na Ponte dos Barreiros, estava doendo muito. Foi quando falei: vou ganhar!”, contou Thais.

A amiga de Thais ligou o pisca-alerta do automóvel em que estavam e atravessou a Ponte buzinando. Do outro lado, estava uma viatura da Guarda Civil Municipal (GCM) de São Vicente, onde os agentes Marcela e Rocha faziam patrulhamento. Ao notarem o que estava acontecendo, se prontificaram a fazer a escolta da futura mamãe até a Maternidade Municipal.

As dores de Thais foram se intensificando e, ao perceberem que não daria tempo, encostaram o carro e iniciaram o socorro. Em questão de minutos o menino “apressadinho” estava nos braços da GCM Marcela. “Enrolei ele na minha farda. Posso falar que a primeira roupinha que ele usou foi o uniforme da GCM”, brincou Marcela. 

Um detalhe interessante é que o bebê nasceu empelicado (dentro da bolsa amniótica). “Ele nasceu dentro da bolsa e eu tive o privilégio de romper, além de ter auxiliado a chegada dele ao mundo”, contou a GCM Marcela, emocionada.

Mãe e bebê foram encaminhados à Maternidade Municipal e, durante o trajeto dentro da ambulância do SAMU, a agente da guarda confundiu o nome do recém-nascido. “O nome dele era Thales, mas a Marcela o chamou de Samuel e eu achei esse nome lindo. Resolvi mudar”, explicou a mais nova mamãe de São Vicente, Thais Cristina Santos. 

Samuel nasceu com 3,266 kg e 49 centímetros. Mãe e bebê seguem internados na Maternidade Municipal e passam bem.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Caminhada da Adoção pretende mobilizar pessoas e informar sobre o tema

Evento acontecerá no dia 10 de julho, na praia do Bairro Canto do Forte, em Praia Grande

Educação

Bertioga abre matrículas para Educação de Jovens e Adultos

As aulas iniciam no segundo semestre, de segunda a sexta-feira, das 19 às 22h30

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software