Vacinas contra a covid-19 em Santos serão armazenadas em contêiner

A Secretaria de Saúde estima custeio de R$ 1 milhão para manter toda a estrutura de vacinação na primeira etapa da campanha, incluindo contratação de 179 profissionais específicos para vacinação

Comentar
Compartilhar
18 JAN 2021Por Da Reportagem18h00
Cedido ao Município pela MSC Cruzeiros, o equipamento tem 6,1 metros de comprimento por 2,4 de largura e 2,6 de altura, com temperatura interna variável entre 2ºC e 8ºCFoto: Anderson Bianchi/PMS

A Prefeitura recebeu, nesta segunda-feira (18), um contêiner refrigerado para armazenamento das doses destinadas à população santista da vacina Coronavac, que imuniza contra a covid-19.

Cedido ao Município pela MSC Cruzeiros, o equipamento tem 6,1 metros de comprimento por 2,4 de largura e 2,6 de altura, com temperatura interna variável entre 2ºC e 8ºC. Foi instalado na Arena Santos, onde permanecerá durante a campanha de vacinação para acondicionamento adequado das doses.

No período de vacinação, a Arena Santos funcionará como um centro de logística, sob segurança 24 horas, onde ficarão concentradas as vacinas, que serão distribuídas diariamente às policlínicas, conforme a demanda já estudada de cada unidade.

O prefeito de Santos, Rogério Santos acompanhou a chegada do contêiner e comentou sobre as expectativas da vacinação na Cidade. "Vamos trabalhar muito para manter a eficiência desse sistema que montamos aqui, toda essa logística que hoje continua com a vinda de um contêiner de refrigeração", afirmou ele, que também agradeceu a parceria com a MSC para viabilizar o armazenamento. O contêiner será devolvido após a conclusão da imunização.

 

Acompanhamento

Na noite desta segunda-feira (18), o prefeito Rogério Santos participa de reunião na capital sobre os preparativos para a imunização na Cidade. Após a aplicação da primeira dose da Coronavac no último domingo (17), ele entrou em contato com autoridades do Estado a fim de obter informações sobre a campanha de vacinação e detalhar a estrutura montada em Santos. "Falei com o governador e com o secretário estadual da Saúde para manter um acompanhamento".

 

Estrutura

A Secretaria de Saúde estima custeio de R$ 1 milhão para manter toda a estrutura de vacinação na primeira etapa da campanha, incluindo contratação de 179 profissionais específicos para vacinação; veículos e motoristas para distribuir ou remanejar vacinas e insumos, além de transportar a equipe que realiza a vacinação em acamados; abertura de todas as policlínicas aos sábados para vacinação. Já houve a compra de seringas, agulhas, caixas para descarte de materiais perfurocortantes, entre outros.

O início da vacinação em Santos continua programado para o dia 25, mas poderá ser antecipado caso as doses cheguem antes.

 

PRIMEIRAS DOSES

Conforme orientação do Estado de São Paulo, as primeiras doses que chegarem ao Município serão destinadas aos profissionais que atuam na linha de frente, em especial aos que atendem pacientes acometidos pela doença. As doses serão disponibilizadas às instituições de saúde para que providenciem a vacinação no local de trabalho destes profissionais. Será disponibilizada a metade das doses e a outra metade, reservada para a aplicação da segunda dose, para garantir o esquema completo de vacinação aos profissionais.

Para os demais profissionais de saúde e outros públicos, as vacinas estarão disponíveis nas 31 policlínicas da Cidade, de segunda a sábado, das 8h às 17h. Para os acamados, as inscrições seguem até dia 22 na policlínica do bairro. O cuidador ou acompanhante deve levar RG, comprovante de residência e laudo médico que atesta a condição do paciente. 

 

CRONOGRAMA DA PRIMEIRA FASE DE CAMPANHA

Trabalhadores da saúde

25/01 – Início da aplicação da primeira dose

15/02 – Início da aplicação da segunda dose

 

75 anos ou mais

08/02 – Início da aplicação da primeira dose

01/03 - Início da aplicação da segunda dose

 

70 - 74 anos

15/02 - Início da aplicação da primeira dose

08/03- Início da aplicação da segunda dose

 

65 - 69 anos

22/02 - Início da aplicação da primeira dose

15/03 - Início da aplicação da segunda dose

 

60 - 64 anos

1º/03 - Início da aplicação da primeira dose

22/03 - Início da aplicação da segunda dose

 

Locais:

31 policlínicas – todas da Atenção Básica, exceto posto Ilha Diana, cuja população prioritária será vacinada pela equipe da unidade de saúde do bairro, seguindo cronograma por faixa etária.

 

Dias e horários

Segunda a sábado, das 8h às 17h.

 

Documentos

Trabalhadores da saúde: carteira do conselho de classe (CRM, Coren e outros), crachá ou holerite, acompanhado de documento de identidade com foto e comprovante de residência em Santos;

Idosos: documento de identidade com foto (RG ou CNH) e comprovante de residência em Santos.