X

Santos

Nova estação elevatória promete resolver alagamentos na entrada de Santos

O prefeito Rogério Santos assinou um termo de cooperação para viabilizar a construção do equipamento e de um sistema de dutos de drenagem

Da Reportagem

Publicado em 17/04/2024 às 10:42

Atualizado em 17/04/2024 às 10:51

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

EE0 ficará em área pertencente ao Estado, ao lado do Supermercado Assaí / Divulgação/PMS

Mais um passo visando o fim aos alagamentos na Zona Noroeste, em Santos, foi dado nesta terça-feira (16). Uma nova estação elevatória, a EE0, será implantada na Entrada da Cidade. O prefeito Rogério Santos assinou, nesta terça-feira (16), um termo de cooperação com a Ecovias, MRS Logística e Autoridade Portuária de Santos (APS) para viabilizar a construção do equipamento e do sistema de dutos de drenagem entre a estação e o estuário.

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

A instalação da Estação Elevatória (EE0) será feita ao lado do Supermercado Assaí, em uma área pertencente ao Estado. Ali será criado um reservatório e uma estação com capacidade de bombeamento de 5m³ de água por segundo.

A estação faz parte do pacote de um obras da Entrada de Santos, da parte que compete ao Governo do Estado e, por conta disso, será realizada pela Ecovias, concessionária responsável pelo Sistema Anchieta-Imigrantes.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Caberá à MRS e à APS validar os projetos, uma vez que a tubulação de drenagem passa por suas áreas.

O prefeito Rogério Santos afirmou que se trata de uma obra importante, que cabe ao Estado, para complementar o que já foi realizado pela Prefeitura.

“Vamos resolver um problema histórico, na Avenida Nossa Senhora de Fátima, onde quando temos as grandes enchentes, com chuva, acaba interrompendo a mobilidade urbana e afetando as pessoas dos bairros no ponto mais baixo de Santos em relação ao nível do mar”, explica o prefeito.

Vale lembrar que uma outra estação elevatória já está em funcionamento na Zona Noroeste.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Conheça o novo vírus mayaro, que provoca febre, dores e pode chegar na área urbana

Cientistas da Unicamp, USP, Imperial College de Londres e Universidade de Kentucky (EUA) pedem medidas urgentes de vigilância epidemiológica a fim de evitar avanço da doença

Cotidiano

Rodovias Anchieta e Imigrantes registram 14 km de lentidão nesta manhã

Fluxo de veículos é uma das principais causas

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter