X

Santos

Obras de combate às enchentes na Zona Noroeste avançam com 65% da estação concluída

O canal está sendo finalizado e o próximo serviço será a execução da laje de fundo do reservatório

Da Reportagem

Publicado em 01/11/2022 às 14:48

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Toda a parte estrutural de concreto deve ser concluída até meados de novembro / Divulgação

Com 65% dos serviços prontos, as obras da estação elevatória, canal e comporta (EEC7), no final da Avenida Haroldo de Camargo, na Zona Noroeste, em Santos, avançam para que o sistema contra enchentes entre em funcionamento no início do próximo ano. Toda a parte estrutural de concreto deve ser concluída até meados de novembro, quando começará a montagem dos equipamentos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

"Atualmente, a obra está concentrada na escavação do tanque do reservatório de acumulação, com capacidade de armazenamento das águas pluviais correspondente a três piscinas olímpicas", informa o engenheiro Carlos Barros, da Secretaria de Infraestrutura e Edificações. "As equipes trabalham na conclusão da estrutura de concreto".

O canal está sendo finalizado e o próximo serviço será a execução da laje de fundo do reservatório. Na obra são investidos R$ 38,5 milhões, sendo R$ 22 milhões oriundos de empréstimo do FGTS (Programa Avançar Cidades), supervisionado pela Caixa Econômica Federal. O restante da aplicação é contrapartida do orçamento municipal.

EQUIPAMENTOS E ELÉTRICA
A partir de 20 de novembro começa a última etapa da obra, que será a instalação dos equipamentos, para entrega da obra no início de 2023. A obra da estação elevatória, canal e comporta EEC7 teve seu prazo de entrega antecipado de 24 para 18 meses, devido a um aperfeiçoamento da metodologia construtiva.

Serão instaladas e testadas as comportas, as bombas, e os cestos e grades de aço inox para reter o lixo levado pela chuva, em ambos os lados das comportas. Também será preparada a parte elétrica para acionamento de todo o sistema.

DISPOSITIVO BENEFICIARÁ BAIRROS DE SANTOS E SV
O sistema vai conter alagamentos com chuva forte ou fraca, associada à maré alta ou baixa, beneficiando principalmente os bairros Castelo e Areia Branca, além de parte do Jardim Guassu, em São Vicente. O mecanismo foi projetado para trabalhar com armazenamento das águas pluviais em reservatório correspondente a três piscinas olímpicas.

A retirada das águas retidas no reservatório será feita por meio de três bombas com capacidade para sugar o correspondente a até seis caixas d'água de mil litros por segundo. Com mecanismo associado ao uso de comporta, todo esse volume de água será lançado de forma gradual no Rio dos Bugres, para desaguar no canal do Estuário.

O sistema de número 7 em implantação na Avenida Haroldo de Camargo faz parte de um conjunto de 14 sistemas de comportas e 13 estações elevatórias. A operação completa de todo o conjunto deve estar em atuação até 2028, dentro do programa de macrodrenagem Santos Novos Tempos (SNT).

 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Conheça o novo vírus mayaro, que provoca febre, dores e pode chegar na área urbana

Cientistas da Unicamp, USP, Imperial College de Londres e Universidade de Kentucky (EUA) pedem medidas urgentes de vigilância epidemiológica a fim de evitar avanço da doença

Cotidiano

Rodovias Anchieta e Imigrantes registram 14 km de lentidão nesta manhã

Fluxo de veículos é uma das principais causas

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter