Muitas brincadeiras e diversão em família no Domingo de Lazer, em Santos

A apropriação do espaço público se fez presente das mais diversas formas em todo o trecho interditado, sentido José Menino/Ponta da Praia, entre Ana Costa e Conselheiro Nébias.

Comentar
Compartilhar
22 ABR 2018Por Da Reportagem22h45
Teatro à céu aberto para divertir e encantar.Foto: Assessoria de Imprensa/Santos

Desenhos de diferentes formas e cores foram feitos com giz pelas pequenas mãos de Manuela, 6 anos, e Matheus, 2, no chão da avenida da praia. Eram carrinhos, corações, bonecos, rabiscos. Em instantes, a menina foi brincar na cama elástica, enquanto o irmão com um bambolê.

Filhos da dona de casa Nerina Cury, 36, moradores da Ponta da Praia, eles são o recorte da alegria que pôde ser vista neste domingo (22), em mais uma edição do projeto Domingo de Lazer, da Prefeitura de Santos. "Hoje em dia não temos muito espaço ao ar livre e ficamos presos em condomínios. Ter uma ação assim para que a família possa estar junta é essencial. Eles estão adorando", disse Nerina.

A apropriação do espaço público se fez presente das mais diversas formas em todo o trecho interditado, sentido José Menino/Ponta da Praia, entre Ana Costa e Conselheiro Nébias. Tinham crianças brincando no tradicional chinelão; outras pulando amarelinha e corda. Algumas se encantavam com bolinhas de sabão. Patinete, skate e bicicleta também estavam no divertimento.

Por toda a avenida, um artista desfilava vestido com seu personagem 'Cara de Papel'. Tocando sanfona, chamava a atenção de famílias e crianças que queriam tirar foto, como a menina Iris, 4. Ela estava acompanhada da avó, a dona de casa Maria José Meireles Gonçalves, 53, moradora do Valongo. "É maravilhoso passar um dia tranquilo, com a rua sem trânsito, poder fazer caminhada e ainda prestigiar o trabalho das pessoas", afirmou Maria José.

Em outro ponto, os olhares eram atentos a personagens de desenhos animados da equipe do Fazendo a Festa. Teve ainda contação de histórias e caricaturas, além de recreação e música com o Komboio Cultural. O Grupo Acolhe Autismo atuou com conscientização e informação sobre a síndrome.