Defesa Civil inicia plano de prevenção para a temporada de chuvas

Os próximos morros a receberem os agentes da Defesa Civil são José Menino, Monte Serrat, Fontana, Pacheco, São Bento, Penha, Saboó, Nova Cintra, Santa Maria, Caneleira, Jabaquara e Ilhéu

Comentar
Compartilhar
01 DEZ 2020Por Da Reportagem21h05
A operação segue até 30 de abril de 2021.Foto: Susan Hortas/PMS

Teve início nesta terça-feira (1º) em Santos o Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC), que tem como objetivo instruir os moradores das encostas dos morros quanto aos riscos proporcionados pelas chuvas que se avolumam entre os meses de dezembro e abril.

Na última temporada de verão, 2,3 mil famílias foram visitadas. Agora, a prioridade são as casas que se encontram nas áreas afetadas por deslizamentos em março deste ano, explica Victor Valle, geólogo da Defesa Civil Municipal, que participou do primeiro dia de operação. "Hoje iniciamos o trabalho de entrega de comunicados, distribuindo panfletos no Morro do Marapé".

Segundo ele, apesar de "eventos como o do último mês de março ocorrerem a cada 100 anos", o momento é de atenção porque 2020 foi um ano atípico em termos meteorológicos. "Esse foi o sétimo ano mais chuvoso da série histórica, iniciada em 1940. Praticamente em todos os meses foi registrado volume acima da média. E ainda temos que contabilizar o mês de dezembro".

Os próximos morros a receberem os agentes da Defesa Civil são José Menino, Monte Serrat, Fontana, Pacheco, São Bento, Penha, Saboó, Nova Cintra, Santa Maria, Caneleira, Jabaquara e Ilhéu. A operação segue até 30 de abril de 2021.

 

Orientações

Daniel Onias, chefe da Defesa Civil Municipal, explica que situações de risco podem ser previstas pela observação de alguns aspectos das habitações e do terreno. "Trincas ou rachaduras no piso ou na parede da casa, árvores e postes inclinados, estalos em rochas e muros embarrigados são indicativos de que o solo está começando a se movimentar. Ao observar esses indicativos, as pessoas devem deixar suas casas, procurar um lugar seguro, ligar para a Defesa Civil e pedir uma vistoria".

Em casos de emergência, a Defesa Civil Municipal pode ser acionada pelos telefones 199 ou 3298-1000.