Receita faz segunda maior apreensão de cocaína do ano no Porto de Santos

Os agentes evitaram o envio de 1,4 tonelada de cocaína para o Porto de Antuérpia, na Bélgica

Comentar
Compartilhar
10 SET 2019Por Gilmar Alves Jr.19h00
A droga foi localizada em uma carga de açúcar que teria como destino a BélgicaFoto: Divulgação/Receita Federal

A Alfândega da Receita Federal apreendeu nesta terça-feira (10), no Porto de Santos, 1,4 tonelada de cocaína que teria como destino o Porto de Antuérpia, na Bélgica. Foi a segunda maior apreensão de cocaína do ano no cais santista. O Porto de Antuérpia é um destino recorrente nas tentativas de envio de cocaína para a Europa via cais santista.

O entorpecente estava em uma carga de açúcar na margem esquerda (Guarujá). Ninguém foi preso e um inquérito da Polícia Federal (PF) irá apurar quem são os responsáveis pela droga.

O contêiner foi objeto da ação da Alfândega durante uma análise com critérios objetivos de análise de risco, incluindo inspeção com raio X, segundo a assessoria de comunicação da Receita.

“Durante a inspeção, houve indicação positiva dos cães de faro da Receita Federal para a presença de drogas, aumentando as suspeitas”, informou a Receita.

A droga estava dividida em 49 sacos.

“Em função das características observadas na ação, suspeita-se ter ocorrido a técnica criminosa denominada “rip-fff modality”, em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores”, informou a Receita Federal.

18 toneladas

Com a apreensão desta terça, o volume de droga apreendido pelas autoridades federais no cais santista neste ano chega a 18 toneladas. A maior apreensão de 2019 ocorreu em 8 de março, quando foi localizada 1,7 tonelada de cocaína em uma carga de limões com destino ao Porto de Cartagena, na Espanha.

 

Colunas

Contraponto