Quadrilha acusada de assaltos a residências é capturada no Guarujá

Polícia Civil evitou um novo assalto e surpreendeu o bando no Jardim Virgínia. Ladrões tentaram escapar, e um deles iniciou tiroteio com os policiais

Comentar
Compartilhar
08 ABR 201512h12

Uma operação deflagrada pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos resultou, na noite de segunda-feira, na prisão de uma quadrilha apontada como autora de ao menos dois assaltos a residências e uma tentativa, em Guarujá, nas duas últimas duas semanas. Houve troca tiros antes da prisão dos ladrões, que, segundo a polícia, iriam seguir para mais um assalto, desta vez no bairro Jardim Virgínia.

Quatro acusados estavam em um Corsa verde quando foram surpreendido pela ação policial, na Rua Florença, por volta das 19 horas. O motorista do veículo acelerou o carro e durante a perseguição um dos bandidos atirou na direção dos policiais, o que resultou em revide. Ninguém se feriu, e os policiais conseguiram realizar a prisão do bando.

Com o ladrão que atirou foi apreendido um revólver de calibre 38, enquanto na parte traseira do Corsa foram recolhidos um revólver de calibre 32 e um simulacro.

Dois revólveres e um simulacro foram recolhidos pelos policiais (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Os investigadores, chefiados por Paulo Carvalhal e pelo delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior, encontraram ainda um controle eletrônico, que abriu o portão de uma casa na Rua Florença. Segundo a polícia, a residência, onde moram um casal e três filhos, seria o alvo da quadrilha.

Em contato com o casal, a polícia foi informada que uma ex-empregada doméstica, moradora do Areião, poderia ter levado o controle. Namorada de um dos assaltantes, ela foi localizada e também foi indiciada e presa.
O ladrão que iniciou o tiroteio, segundo a polícia, era o mais violento nos assaltos atribuídos ao bando.