Professor é vítima de sequestro e obrigado a inalar suposto lança-perfume em Cubatão

A vítima, de 59 anos, foi rendida na porta do Centro Esportivo Ayrton Romero da Nóbrega, na Vila Couto

Comentar
Compartilhar
07 NOV 2019Por Gilmar Alves Jr.17h51
O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Cubatão, que apura a identidade dos criminososFoto: Reprodução/Google Maps

Um professor de 59 anos foi vítima de sequestro-relâmpago, sofreu agressões e diz ter sido obrigado a inalar um spray com cheiro de lança-perfume e a ingerir cerveja nesta quinta-feira (7) em Cubatão. O crime, cometido por ao menos quatro homens, é investigado pelo 2º Distrito Policial (Jardim Casqueiro).

A vítima relatou à Polícia Civil que foi abordada pelos criminosos por volta das 6h na porta do Centro Esportivo Ayrton Romero da Nóbrega, na Vila Couto.

O bando, diz o professor, chegou em um carro que aparentava ser um Palio. A vítima afirma que foi colocada deitada no banco traseiro de seu veículo, uma caminhonete JAC T50 vermelha, e foi mantida sob ameaças enquanto os bandidos rodavam em busca de saques em caixas eletrônicos.

Ainda conforme o professor, os bandidos chegaram a ir até a casa dele, na Vila Ponta Nova, onde subtraíram dois televisores e um laptop.

Os bandidos fugiram levando o carro da vítima.

O educador acionou a Polícia Militar, que o conduziu ao 2º DP de Cubatão para o registro da ocorrência.