Preso suspeito de ter matado Japonês do Funk

Suspeito é Marcelo Garcia, de 44 anos. Ele foi detido em uma casa na Vila Caiçara, em Praia Grande

Comentar
Compartilhar
17 FEV 201311h18

Um homem suspeito de ter assassinado o empresário Ricardo Vatanabe, o Japonês do Funk, em novembro do ano passado, foi preso pela Polícia Civil, em Praia Grande.

O acusado é Marcelo Garcia, de 44 anos. Ele é cadeirante e foi detido na Vila Caiçara, na noite de sextafeira, com outros três homens, que são investigados por tráfico de drogas.

Um automóvel que pertenceu ao empresário (e que recebeu 3.631 votos, em outubro, quando se candidatou a vereador em Santos pelo PP) está entre as apreensões da polícia, bem como cerca de um quilo em joias.

O flagrante aconteceu em uma casa na Rua Flausina de Oliveira Rosa. O grupo vinha sendo monitorado pela polícia há cerca de três meses.

As prisões foram um desdobramento da detenção de Abiá Santos do Nascimento, feita no começo do mês. Ele estaria recebendo drogas de Marcelo.

Quando a polícia entrou no imóvel que ele usava como escritório, o encontrou enforcado com um fio (Foto: Matheus Tagé/DL)

Após monitoramento, os policiais entraram na casa e não houve resistência dos homens. Ao ser abordado, Marcelo se apresentou com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de outra pessoa, porque é procurado da justiça.

Perto dele, estava uma pistola calibre 380. Marcelo negou qualquer relação com a morte do empresário e excandidato a vereador.

Enforcado

Japonês do Funk foi encontrado enforcado com um fio na madrugada do dia 28 de novembro de 2012. A polícia logo descartou a hipótese de que o empresário tenha se suicidado.

Ao receber uma denúncia anônima, a polícia chegou ao imóvel onde funcionava seu escritório (na rua Nove de Julho, no Marapé)por volta das 2h30.

E já encontrou o corpo do Japonês do Funk sentando em uma cadeira, enforcado com um fio. Não foram encontrados sinais de arrombamento.