Polícia Federal apreende 172 kg de cocaína em um navio no Porto de Santos

Atracado na margem esquerda do Porto (Guarujá), o navio onde estavam os tóxicos é o MSC Loretta, de bandeira panamenha. Uma denúncia teria motivado as buscas

Comentar
Compartilhar
16 ABR 201513h39

Um carregamento de 172 kg de cocaína foi apreendido ontem pela Polícia Federal (PF) em um navio cargueiro no Porto de Santos. Depois de buscas iniciadas no último domingo, com equipes especializadas e cães farejadores, foi possível descobrir onde a cocaína estava escondida, na quarta-feira (15). 

Atracado na margem esquerda do Porto (Guarujá), o navio onde estavam os tóxicos é o MSC Loretta, de bandeira panamenha. A PF, com apoio da Receita Federal, da Polícia Militar e da Guarda Portuária, iniciou a varredura após uma denúncia.

Segundo o setor de comunicação da Polícia Federal, uma organização criminosa internacional, composta por um grupo sérvio, estaria atuando no porto. O modus operandi do grupo consistiria na utilização de pequenas e velozes embarcações que se deslocariam até o local de fundeio do navio e, lá, com a ajuda de tripulantes cooptados pela organização, o entorpecente seria içado através de cordas para o interior da embarcação.

A Polícia Federal já identificou os três sérvios que tripulavam a pequena embarcação utilizada para aproximação do navio. Outras diligências estão sendo realizadas para identificar os tripulantes envolvidos e outros membros da organização.