Morte de cães em ação policial provoca comoção no Rio Grande do Sul

Entidades protetoras organizaram um abaixo-assinado pedindo a prisão dos envolvidos e prometem protestar nas ruas da cidade do noroeste gaúcho no próximo sábado

Comentar
Compartilhar
21 JAN 201400h55

Um vídeo mostrando policiais atirando em cães durante abordagem de um homem em Carazinho (RS) vem causando comoção na internet e forçou a Polícia Civil e a Brigada Militar do Rio Grande do Sul a abrirem investigações paralelas para apurar eventuais responsabilidades por abuso de autoridade e crueldade contra animais. Entidades protetoras organizaram um abaixo-assinado pedindo a prisão dos envolvidos e prometem protestar nas ruas da cidade do noroeste gaúcho no próximo sábado.

A abordagem ocorreu na sexta-feira. Na versão da Brigada Militar, soldados do patrulhamento ostensivo foram orientados pela área de inteligência a abordar um homem que reagiu atirando e correndo para dentro de um pátio, onde acabou preso. O vídeo, gravado por uma vizinha, mostra um policial já no pátio, atirando, e uma mulher desesperada com a morte dos animais. Policiais disseram que os cachorros eram instigados contra eles.

O homem perseguido, que tem antecedentes por roubos a veículo e a estabelecimento comercial, sustenta que um animal estava amarrado e outro em um canil. Ele foi levado a uma delegacia, ouvido e liberado.