Homem que provocou atropelamento é baleado e morto no Rio

O corpo do motorista está no Instituto Médico Legal de Caxias para identificação. Uma granada foi encontrada dentro do carro

Comentar
Compartilhar
20 JAN 201412h53

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas e uma morreu após um atropelamento na noite deste domingo, 19, durante ensaio da escola de samba Grande Rio no bairro 25 de Agosto, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Um homem pardo de aproximadamente 25 anos e um comparsa entraram na contramão em alta velocidade na Avenida Brigadeiro Lima e Silva e invadiram o desfile em um Celta preto roubado perto do Fórum de Caxias.

Policiais do 15º Batalhão de Polícia Militar (Duque de Caxias) disseram que o Celta bateu em outros veículos na altura de um posto de gasolina e acabou atropelando as vítimas. As pessoas que estavam no ensaio agrediram os criminosos e, na confusão, o comparsa conseguiu fugir. O criminoso que dirigia o carro levou dois tiros na costela, foi levado para o Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo do motorista está no Instituto Médico Legal de Caxias para identificação. Uma granada foi encontrada dentro do carro. O caso foi registrado na 59ª Delegacia de Polícia (Duque de Caxias), no entanto, a polícia ainda não sabe de onde partiram os disparos.

Outras quatro pessoas também foram levadas para o Hospital Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo e já foram liberadas. Grávida de cinco meses, Gracie Kelly de Oliveira, 27, foi atendida, mas disse que passava bem e foi embora sem esperar o resultado dos exames. Nelson de Oliveira Gusmão foi atendido com suspeita de fratura no punho. Rosimar da Fonseca, 47, tinha suspeita de fratura em uma das pernas. Severina Cesar, 54, sofreu hematomas e escoriações.

As outras vítimas foram levadas para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, no bairro Jardim Primavera. A reportagem, no entanto, não conseguiu contato com o hospital para saber sobre o estado de saúde das vítimas.