Guarda Civil Municipal de Praia Grande aumenta em 14% atendimento das ocorrências

Conforme o levantamento, em 2013 foram 8.429 ocorrências atendidas enquanto que em 2014 foram 9.614, número considerado positivo pelo comandante da GCM, Marco Alves dos Santos

Comentar
Compartilhar
11 FEV 201516h35

O aumento da capacidade operacional da Guarda Civil Municipal (GCM) fez com que o número de ocorrências atendidas pela corporação em 2014 crescesse 14% em relação ao ano anterior. O número faz parte de um levantamento realizado pelo comando da corporação que, junto com a Secretaria de Assuntos de Segurança Pública (Seasp) do Município, está analisando os dados com o objetivo de aprimorar ainda mais o serviço realizado na área de Segurança Pública.

Conforme o levantamento, em 2013 foram 8.429 ocorrências atendidas enquanto que em 2014 foram 9.614, número considerado positivo pelo comandante da GCM, Marco Alves dos Santos. “Conseguimos fazer um remanejamento das equipes, passamos a contar com agentes administrativos na parte mais burocrática, recebemos equipamentos e ampliamos programas importantes. Tudo isso possibilitou esse aumento na capacidade operacional da GCM e, consequentemente, refletiu nas estatísticas referentes aos atendimentos”. As ações integram o Programa Avança PG, lançado em novembro de 2013.

Um dos números que chamam a atenção diz respeito ao total de pessoas averiguadas pela GCM, demonstrando a importância do trabalho de prevenção. Foram 5.651 pessoas abordadas e averiguadas no ano. Já entre pessoas conduzidas à delegacia, pessoas presas e menores apreendidos, foram 423. Para o comandante, esses dados são resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido pela corporação, principalmente por meio do Patrulhamento Comunitário Integrado (PCI). “A proximidade que o PCI proporciona com a comunidade traz esse tipo de resultado. Estamos trabalhando não apenas na prevenção, mas também tirando efetivamente marginais das ruas”.

 Corporação divulgou balanço de produtividade (Foto: Reprodução/Facebook)

Com o levantamento, será possível também traçar estratégias de trabalho, uma vez que apresenta informações como ocorrências mais atendidas, além do dia da semana, horário e bairro em que mais acontecem, entre outros dados relevantes para a atuação dos guardas no dia a dia. No total de ocorrências por bairro, por exemplo, o bairro Mirim aparece em primeiro lugar com 1.107; o Boqueirão em segundo, com 1.409; e o Ocian em terceiro, com 755.

Outro ponto destacado pelo comandante diz respeito às apreensões. Foram 458 bicicletas apreendidas, 81 automóveis e 26 motocicletas, que de alguma forma apresentavam irregularidades, além de 27,61 Kg de maconha e 5,06 kg de cocaína. “As drogas foram apreendidas em pequenas quantidades, normalmente com usuários, mas representam um número expressivo e deixam claro que a GCM está fazendo sua parte na solução de conflitos e problemas que podem trazer consequências mais graves”.

A Guarda Civil de Praia Grande tem como princípios mínimos de atuação a proteção dos direitos humanos fundamentais, a preservação da vida, o patrulhamento preventivo e o compromisso com a paz.

Entre as competências está a proteção de bens, serviços e instalações públicas e o levantamento demonstra a eficiência desse trabalho. Tanto que, do total de ocorrências atendidas, 1.615 foram relacionadas a alarmes disparados em prédios públicos. Entretanto, durante os patrulhamentos, é muito comum as equipes se depararem com ocorrências criminais como furtos, roubos e tráfico de entorpecentes, auxiliando também na garantia de segurança aos moradores da Cidade e visitantes. Atualmente, a corporação conta com 308 homens e mulheres em seu efetivo.

Avança PG - A ampliação do efetivo, a aquisição de equipamentos – viaturas e câmeras, por exemplo – e a revitalização da iluminação pública em vários pontos da Cidade são algumas das ações do eixo Cidade Segura, que integra o programa Avança PG. O programa define um cronograma de ações em diversas áreas da Administração Pública para o triênio 2014-2016.

Colunas

Contraponto