Com retrato falado, polícia busca autor da morte de universitário

Retratista do DHPP, da capital paulista, veio a Santos para preparar a imagem; ele teve com base informações de três testemunhas

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201523h00

A Polícia Civil divulgou nesta quinta-feira (5) o retrato falado do acusado de matar o universitário Matheus Demétrio Soares, de 19 anos. O crime ocorreu na noite de terça-feira, perto da entrada da Universidade Santa Cecília (Unisanta), no Boqueirão, em Santos. Até a noite de hoje, o criminoso não havia sido identificado e a motivação ainda era um mistério.

Um retratista do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da capital paulista, foi acionado para Santos e confeccionou a imagem do acusado com base em informações prestadas por três testemunhas oculares da morte.

Pelas descrições, o atirador é magro, tem pele escura, cerca de 20 anos e ao menos 1,70m de altura. As maçãs do rosto são protuberantes e o nariz tem uma linha retilínea na ponta, conforme informou o delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior, titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Denúncias sobre a identidade e paradeiro do autor do crime podem ser transmitidas pelos telefones 3228-6444, 3228-6401 ou 181 (Foto: Reprodução)

“Considerando agora a divulgação do retrato falado, uma prova pericial importantíssima para a identificação da autoria, a Polícia Civil conta com a participação da sociedade no que diz respeito a informações que nos subsidiem identificar o autor”, declarou Lara.

Denúncias sobre o criminoso podem ser transmitidas pelos telefones 3228-6444, 3228-6401 ou 181. Não é necessário se identificar. 

Colunas

Contraponto