Ajudante é preso após agredir dois PMs no Paquetá, em Santos

Ao ser informado que seria encaminhado a Central da Polícia Judiciária (CPJ), o ajudante pegou uma panela e desferiu um golpe, acertando o rosto de um dos patrulheiros

Comentar
Compartilhar
24 JAN 201411h02

Um ajudante de pedreiro de 40 anos foi preso na noite de quarta-feira após agredir dois policiais militares, no Paquetá, em Santos. Segundo relato da companheira do acusado, uma policial militar, o ajudante de pedreiro é usuário de drogas.

A série de agressões teve início por volta das 20h, na Rua Doutor Cochrane. O ajudante de pedreiro agrediu sua companheira e a ameaçou de morte.

A vítima, então, acionou o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) relatando as agressões. Diante disso, PMs foram deslocados até a residência do casal.

Ao ser informado que seria encaminhado a Central da Polícia Judiciária (CPJ), o ajudante pegou uma panela e desferiu um golpe, acertando o rosto de um dos patrulheiros.

As agressões continuaram até que os PMs conseguiram controlar e algemar o ajudante de pedreiro.

A ocorrência foi registrada na CPJ e o ajudante de pedreiro recolhido à cadeia pública do 5º DP de Santos.