X

Itanhaém

Confeiteira faz sucesso com ovos de Páscoa diferentes em Itanhaém; conheça

Lorena, que iniciou com a venda de bolos em 2017, hoje já tem a sua marca e faz ovos de Páscoa e doces

Nayara Martins

Publicado em 25/03/2024 às 07:30

Atualizado em 27/03/2024 às 10:56

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Lorena já oferece várias linhas de confeitaria de casamento, kit festas, além de doces e bolos no pote, cones trufados, pães de mel, vendidos diariamente e por delivery / Nayara Martins/DL

Ter determinação e se dedicar a fazer o que gosta. Essa é a receita da confeiteira Lorena de Almeida dos Santos, de 23 anos, de Itanhaém. Ela conta a sua história e como tudo começou, aos 17 anos.Hoje, Lorena já tem a sua própria marca e faz ovos de Páscoa e doces de chocolate aos clientes, no município.

Ela conta que iniciou a trabalhar com confeitaria em 2017, aos 17 anos, na sua casa, antes de completar o ensino médio. 

“Pensei em fazer algo por conta própria para ter uma renda. Minha irmã já fazia bolos e decidi fazer os bolos, com massa pronta.Vendia o pedaço ao valor de R$ 1,00, no guardanapo”. 

Ela começou a vender como um hobby e para ganhar um dinheiro. Após se formar no ensino médio, ela foi trabalhar em uma loja no bairro Jardim Oásis,mas continuou a fazer os bolos para vender. 

Siga as notícias do Diário do Litoral no Google Notícias

Artesã faz sucesso com peças em vidro diferentes em Itanhaém

Em 2020, com a pandemia, Lorena resolveu investir na confeitaria. 

“Comecei a fazer bolos no pote, cones trufados, pães de mel e outros. Pesquisava no YouTube para aprender novas receitas”, explica.

Lorena lembra que foi neste período que surgiu a oportunidade de se dedicar à confeitaria. “Havia ainda o preconceito das pessoas em achar que somente as donas de casa que fazem bolos. A partir daí pude investir na confeitaria e abrir a minha marca – Mimus Doce”. 

Empreendedora faz sucesso com brigadeiros 'diferentes' em Itanhaém

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Ela também fez alguns cursos gratuitos e foi se especializando na área. “A confeitaria é uma área que amo muito, mas tem que se identificar e saber investir”, destaca.

Hoje, Lorena já oferece várias linhas de confeitaria – de casamento, kit festas, além de doces e bolos no pote, cones trufados, pães de mel, vendidos diariamente e por delivery.

E também já abriu umaloja de roupas, em 2021, com roupas masculinas e femininas, em um salão, no mesmo terreno da sua casa, no Jardim Oásis. Ela montou a loja em sociedade com a mãe. 

“Nesse período de pandemia, aproveitei para aprender como administrar um negócio, além da confeitaria. Conseguimos abrir a loja e realizar o nosso sonho”, completa.

Para conciliar os dois negócios, a loja e a confeitaria, Lorena trabalha à noite para fazer a produção da confeitaria. E a loja ela abre às 10 horas, fecha no horário de almoço e vai até às 18 horas.Em casos de encomendas maiores na confeitaria, ela fecha a loja e atende os clientes de forma online.

Mais pedidos   

Neste período da Páscoa, os mais pedidos pelos clientes são os ovos de chocolate. 

Uma das novidades este ano é o ovo de Páscoa feito com a casca brownie, na linha premium, com recheio de ninho eNutella, o ovo de colher. Outros recheios são de Ferrero Rocher, de Nutella, entre outros sabores. Tem ainda o ovo com a casca de chocolate tradicional, também de colher. 

Mais umanova opção são os ovos trufados, que são embalados no tecido estampado e personalizado, ideal para presentear.     

Lorena vende, em média, 300 ovos, no mês da Páscoa, para pessoas físicas. Além de atender também o setor corporativo.Já os valores dos ovos variam entre R$ 40,00 e R$ 48.00, conforme os sabores. 

Os doces mais pedidos pelos clientes são os brownies e os cones trufados. “Os cones trufados foram os primeiros doces que fiz ao criar a marca.Ele é o querido até hoje”, frisa.Faz ainda pães de mel, barras recheadas e petisqueiras com quatro sabores diferentes.   

Sonhos

Sobre os sonhos futuros, Lorena pretende expandir a sua marca. 

“Quero ajudar a formar muitas confeiteiras. Sou professora de confeitaria na Casa da Mulher, há um ano, tenho muitas alunas que já estão com o seu próprio negócio”, salienta.

Lorena também faz panfletagem e participa de feiras, como a Expo Empreendedoras, em Itanhaém. “É o melhor evento da minha vida. Além da divulgação evendas, temos a preparação e o apoio para o evento. Conheci pessoas e fiz contatos maravilhosos”, conclui.  

A divulgação, a confeiteira faz pelas redes sociais como no Instagram (@mimusdoceconfeitaria) e Facebook (mimus doce confeitaria) e pelo WhatsApp. 

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

REGIÃO NORTE

Embarcação com vários corpos em decomposição é encontrado no Pará

A Polícia Federal já esta ciente do caso e as investigações já foram iniciadas

Esportes

Preparo físico sem lado mental não garante sucesso esportivo, afirma especialista

Psicológico é um ponto-chave nos Jogos Olímpicos de Paris

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter