X
Educação

Prefeitura de Guarujá vai contratar 25 intérpretes de libras para a rede municipal

Até 10 de junho, a Secretaria de Educação vai selecionar organização social para este atendimento; aviso de edital foi divulgado na edição desta quarta-feira (11) do Diário Oficial do Município

Prefeitura de Guarujá vai contratar 25 intérpretes de libras para a rede municipal / Foto: Prefeitura de Guarujá

A Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), irá contratar 25 tradutores intérpretes de libras para a rede municipal de ensino. A iniciativa será possível a partir de chamamento público divulgado na edição desta quarta-feira (11), do Diário Oficial do Município.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Por isso, organizações da sociedade civil (OSC) interessadas na prestação deste serviço na Cidade têm até o dia 10 de junho para apresentar a devida documentação à Seduc.

Com a abertura deste chamamento, a Prefeitura vai selecionar planos de trabalho devidamente apresentados pelas entidades inscritas. O edital 001/2022 – Seduc já se encontra disponível para consulta no site da Administração Municipal (www.guaruja.sp.gov.br) ou na sede da Seduc, que está situada no Paço Raphael Vitiello, s/nº, Avenida Santos Dumont, 640, 1º andar, no bairro Santo Antonio.

Os novos tradutores intérpretes farão o atendimento dos atuais 34 alunos surdos matriculados da rede municipal de ensino, que estão distribuídos em oito unidades polo de ensino especial.

São elas: Antonio Ferreira de Almeida Júnior (Jardim Tejereba), Dirce Valério Gracia (Jardim Tejereba), Maria Aparecida Ramos Camargo (Morrinhos III), Napoleão Rodrigues Laureano (Jardim Maravilha); Angelina Daige (Vila Àurea); Franklin Delano Roosevelt (Jardim Boa Esperança); Lúcia Flora (Jardim Progresso) e Giusfredo Santini (Morrinhos II).

O secretário interino de Educação de Guarujá, Walter Fernandes Sório, explica que o chamamento se faz necessário, tendo em vista que a organização que prestava esse atendimento desde 2018 alegou desinteresse em continuar.

“Nosso objetivo é que até o final de junho possamos iniciar a contratação da nova organização e assim fazer o devido atendimento aos nossos alunos deficientes auditivos, de ensino fundamental (I e II). Eles se somarão aos professores especialistas em deficiência auditiva e instrutores de libras, que temos na rede municipal de ensino”.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

PM apreende 4,6 kg de drogas no Morro São Bento, em Santos

Dois homens conseguiram fugir, e até o momento, não foram localizados

OPORTUNIDADE

Novo concurso público é aberto em Santos; veja detalhes

O processo seletivo também procura profissionais atuantes que venham a ocupar sete funções diferentes

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software