Tite teme lesões por desgaste no Corinthians durante maratona de jogos

A sequência de oito jogos não respeitará a recomendação médica da Fifa de pelo menos 72 horas de intervalo entre as partidas

Comentar
Compartilhar
21 MAR 201514h58

O Corinthians inicia neste domingo, às 16h, contra o Capivariano uma maratona de quatro jogos em apenas oito dias pelo Campeonato Paulista. A sequência não respeitará a recomendação médica da Fifa de pelo menos 72 horas de intervalo entre as partidas.

“Corre-se o risco de um atleta ter uma lesão grave. Eu parei de jogar com 27 anos, tive seis cirurgias de joelho, por isso falo com conhecimento de causa”, disse o técnico Tite.

Depois do Capivariano, o time enfrentará Portuguesa, terça-feira Penapolense, quinta, e Bragantino, no próximo domingo. Para complicar ainda mais, o treinador sofreu outra baixa na sexta-feira, com a convocação do zagueiro Gil para a seleção brasileira. Tite tem à disposição 23 jogadores, sendo três goleiros, e fará um rodízio entre os atletas.

“Corre-se o risco de um atleta ter uma lesão grave

“O calendário precisa ser equalizado. Deram duas opções para a gente, ou jogávamos essas partidas do Paulista entre os jogos com Once Caldas pela Libertadores ou agora. Preferimos agora”, disse Tite.

Por causa do limite de 28 inscritos no Campeonato Paulista, o Corinthians ainda tem seis garotos campeões da Copa São Paulo que treinam com o grupo, mas não podem jogar.