Líder e invicto, Peixe encara o embalado Audax no Pacaembu

Líder da classificação geral do Campeonato Paulista e invicto da competição, o Peixe tem também o melhor ataque, com 22 gols marcados em dez partidas

Comentar
Compartilhar
21 MAR 201511h51

O Santos encara o Audax neste sábado, às 16 horas (horário de Brasília), no Pacaembu, em um duelo que promete muitos gols. Líder da classificação geral do Campeonato Paulista e invicto da competição, o Peixe tem também o melhor ataque, com 22 gols marcados em dez partidas. Enquanto isso, o Audax já balançou as redes 18 vezes, é o terceiro ataque mais poderoso, e conta com Rafael Longuine, artilheiro do Paulistão com oito gols.

"Time perigoso, bem treinado pelo Fernando (Diniz, técnico). Vamos procurar fazer o melhor para sair do toque de bola deles", disse o ténico santista, Marcelo Fernandes, que não terá Valencia à disposição, já que o volante colombiano levou o terceiro cartão amarelo na última rodada e terá de cumprir suspensão.

"Estamos com dúvida. Temos possibilidades, treinamos duas formações. Elano, Marquinhos Gabriel, Leandrinho... Conforme esquema do Audax, vamos fazer o melhor para o Santos", despistou o treinador, que no treino de véspera da partida realizou um trabalho com portões fechados.

Já classificado para a fase de mata-mata, o Peixe soma 26 pontos e tem 14 de vantagem para o Capivariano, vice-líder do Grupo D. Mesmo assim, Marcelo Fernandes deve mandar força máxima a campo neste sábado. O comandante já avisou que só vai sacar algum titular se realmente precisar.

"Volto a dizer, não estamos poupando. Queremos a pontuação para ter o primeiro lugar, que é a única vantagem do campeonato, jogar em casa. Se tiver jogador com chance de lesão, vamos poupar, sim. A gente está de olho", explicou, lembrando que a equipe precisa buscar o melhor entrosamento para as decisões que estão por vir. "Estamos encaixados, queremos dar mais ritmo. Vai ter folga de Robinho e Gustavo (Henrique), por causa da Seleção. É importante deixar o time ajustado para chegar na etapa final bem", completou. Chiquinho, com edema na coxa esquerda, e Caju, com inflamação do púbis, seguem fora de ação.

Adversário perigoso

A partida contra o Santos é encarada como mais uma decisão para o Audax. O time de Osasco está a dois pontos da Ponte Preta (16 e 18) e uma vitória neste sábado pode pressionar o rival de Campinas na briga por uma vaga entre os classificados do Grupo C. O líder é o Corinthians, este disparado, com 23 pontos, a cinco rodadas do fim da primeira fase.

O time do técnico Fernando Diniz venceu as últimas quatro partidas na competição, entre elas uma goleada por 6 a 1 em cima do Red Bull Brasil, e chega embalado para a partida no Pacaembu.

Rafael Longuine, artilheiro da competição com oito gols e jogador que interessa ao Peixe para o restante da temporada, está confirmado na equipe que se destaca por alterar o esquema de jogo em quase todos os compromissos e por marcar muitos gols. O ponto fraco, porém, é a defesa, que já sofreu 13 gols em dez partidas.